Redação

193 POSTAGENS 0 COMENTÁRIOS

quanto fatura uma clínica de estética

Saber quanto fatura uma clínica de estética é algo essencial para empreender nessa área tão promissora, identificando quais fatores mais interferem nos rendimentos. Além de falar sobre isso neste post, daremos algumas dicas de como atrair cada vez mais clientes e aumentar a margem de lucro.

Em média, quanto fatura uma clínica de estética?

De acordo com casos de sucesso de algumas clínicas de estética no Brasil consideradas de pequeno e médio porte, é possível estimar que o faturamento médio nesse segmento é de R$15.000,00 por mês, considerando já plena capacidade de atendimento.

Fatores que interferem no faturamento de uma clínica de estética

Obviamente, para estabelecer uma estimativa de quanto fatura uma clínica de estética é preciso considerar alguns fatores, que são:

Nicho de mercado

O segmento de estética é bastante amplo. Por isso, na hora de decidir em qual área sua clínica irá se especializar, é preciso considerar os serviços que geram maior rendimento. É possível abrir uma clínica especializada em uma ou mais das seguintes áreas:

  • Estética facial;
  • Estética corporal;
  • Depilação;
  • Cuidados com unhas etc.

Para definir o melhor nicho de mercado, veja com qual dessas áreas você mais se identifica e busque constante capacitação para oferecer um serviço diferenciado e no menor tempo possível.

Equipe de atendimento

Quanto mais atendentes sua clínica de estética possui, maior sua capacidade de faturamento, já que será atendido um volume muito maior de clientes. Para quem está começando, o ideal é não ter muitos funcionários, aumentando a equipe somente mediante aumento da demanda.

Antes de contratar uma nova atendente, todos os atendentes que já trabalham na clínica devem estar com a agenda praticamente completa.

Público-alvo

O nível de qualidade e especialização dos serviços, assim como estrutura da clínica e máxima qualidade do atendimento também determinam o público-alvo que será atendido. Se seu objetivo, por exemplo, é atender pessoas de classes mais elevadas, você poderá cobrar mais e faturar melhor.

No entanto, é preciso lembrar que você precisará investir constantemente na qualidade dos serviços, do atendimento e na modernização dos equipamentos. Atendendo pessoas de classes sociais mais populares é possível gerar maior volume de atendimentos a preços mais acessíveis sem que seja necessário investir valores exorbitantes na estrutura da clínica.

Espaço físico

O tamanho e clima moderno também interferem no faturamento. Fazer uma estimativa de quanto fatura uma clínica de estética requer considerar o espaço físico para aumentar o número de atendimentos, multiplicando a capacidade quanto ao número de clientes atendidos por hora.

É necessário investir em um espaço físico maior quando há uma grande expectativa de demanda ou o número de clientes começa a aumentar muito.

5 dicas de como melhorar a margem de lucro da clínica de estética

quanto fatura uma clínica de estética

Além de saber quanto fatura uma clínica de estética durante o mês, é essencial estar por dentro dessas dicas de como melhorar a margem de lucro. Vejamos.

1 – Atenção aos custos

Além de se concentrar no faturamento, para aumentar a lucratividade é essencial estar atento aos custos, buscando evitar qualquer tipo de desperdício.

2 – Negociação com fornecedores

Sempre opte por fornecedores que entreguem melhor qualidade a preços mais atrativos ou que ofereçam melhores condições de pagamento, evitando comprometer o fluxo de caixa.

3 – Investir na divulgação

A divulgação é a alma de qualquer negócio. Não economize esforços para que sua clínica se torne cada vez mais conhecida na cidade e região na qual você atua. Utilize todo poder das redes sociais e também faça um cadastro de clientes no WhatsApp, enviando promoções, informações sobre novos serviços etc.

4 – Oferecer produtos

Além de oferecer serviços de estética, para aumentar a margem de lucro é recomendado oferecer produtos relacionados ao nicho que você atua.

5 – Oferecer valor agregado ao serviço

Entregar valor agregado ao serviço é fundamental para fidelizar clientes e aumentar os níveis de quanto fatura uma clínica de estética. Esse valor geralmente está relacionado a:

  • Qualidade dos produtos utilizados na clínica;
  • Qualidade e cordialidade no atendimento;
  • Rapidez no atendimento;
  • Processos que ofereçam melhor resultado;
  • Máxima higienização do ambiente;
  • Uniformização da equipe;
  • Padrão de qualidade quanto aos serviços;
  • Disponibilidade/flexibilidade de horário;
  • Possibilidade de atendimento em domicílio.

Cada um desses fatores interfere no quanto fatura uma clínica de estética e é fundamental que você se atente para cada um deles.

Imagens: rhportal.com.br / designinnova.blogspot.com.br

como montar uma empresa de porcelanato líquido

Saber detalhes de como montar uma empresa de porcelanato líquido é uma das melhores alternativas para empreender, atendendo empresas, residências e lojas comerciais. Confira nosso post e veja o que considerar para abrir essa empresa.

8 passos de como montar uma empresa de porcelanato líquido

Confira abaixo os passos de como montar uma empresa de porcelanato líquido na sua cidade:

1 – Identificar quais empresas já atuam na sua região

O primeiro passo de como montar uma empresa de porcelanato líquido é identificar quais empresas já atuam nesse mesmo ramo na sua cidade e região. É preciso ter uma ideia bem clara dos seus futuros concorrentes até mesmo para conseguir oferecer um serviço e atendimento diferenciado.

Faça uma lista de 3 a 5 principais empresas ou profissionais concorrentes, pesquisando um pouco também há quanto tempo eles estão no mercado, região de atuação etc.

2 – Verificar o preço médio cobrado por esse serviço

Ao analisar os possíveis concorrentes, é importante fazer uma pesquisa quanto aos valores dos serviços de porcelanato líquido. Além de fazer essa pesquisa na sua cidade e região, é importante averiguar os preços aplicados em outras cidades, fazendo com que você tenha uma excelente noção do mercado e jamais trabalhe com preços abaixo da média.

3 – Fazer um curso

Aprender como montar uma empresa de porcelanato líquido envolve ter máximo conhecimento nesse assunto. Por mais que você já tenha experiência nessa área, a realização de um curso sempre é necessária para aperfeiçoar as técnicas, saber utilizar melhor os materiais, estar por dentro dos melhores produtos, compreender ainda mais o mercado, trocar ideias com colegas etc.

4 – Fazer um orçamento dos equipamentos e materiais necessários

O próximo passo de como montar uma empresa de porcelanato é fazer uma lista dos equipamentos e materiais necessários para o trabalho, que são basicamente:

  • Máscara respiradora com carvão ativado;
  • Balança de precisão;
  • Luvas de látex;
  • Rolo fura bolhas;
  • Espátula dentada (20cm);
  • Espátula dentada (10cm);
  • Haste para mistura;
  • Sapato de prego (utilizado para caminhar no piso quando ele ainda está em estado líquido);
  • Óculos de proteção;
  • Lâmina dentada de borracha (40cm);
  • Rolo dentado + lâmina de aço;
  • Resina epoxi transparente (com endurecedor);
  • Corante (de acordo com a dor desejada);
  • Resina cristal de baixa viscosidade;
  • Borracha de silicone de alta flexibilidade para moldes (com catalisador).

5 – Definir um local

Depois de realizar o orçamento dos materiais é importante definir o local onde a empresa será instalada. Para começar, basta um local pequeno, já que todo atendimento será feito na residência ou empresa do cliente. Além de espaço para armazenamento dos materiais, é necessário ter uma sala pequena para a pessoa responsável por atender telefonemas, receber produtos, agendar serviços etc.

6 – Formalizar o negócio

Depois de definido o local, o passo seguinte de como montar uma empresa de porcelanato líquido é formalizar o negócio, abrindo o CNPJ e providenciando toda documentação necessária, tais como alvarás, laudos, licenças etc.

7 – Montar uma pequena equipe

como montar uma empresa de porcelanato líquido

Depois de formalizado o negócio, é o momento de contratar uma pequena equipe de trabalho. Para começar, 1 profissional especializado na aplicação do porcelanato e outro profissional para atendimento e rotinas administrativas é suficiente. Ao passo que a demanda pelos serviços aumenta, aí sim é o momento de investir numa equipe maior de funcionários, tanto do operacional quanto do administrativo.

8 – Divulgar a empresa

A última fase de como montar uma empresa de porcelanato líquido é divulgar o negócio para a maior quantidade possível de pessoas que têm interesse nesse serviço. Essa divulgação pode ser feita para empresas, comerciantes, condomínios, residências etc., já que diversos locais necessitam da aplicação do porcelanato líquido.

Entre as estratégias mais eficazes de divulgação, a principal delas é marcar presença nas redes sociais (Facebook, Instagram e WhatsApp). Semanalmente é preciso investir na geração de conteúdos de textos e imagens que divulguem os serviços e também abordem assuntos interessantes para o público-alvo, relacionados principalmente a reforma e construção.

Elaborar cartões de visita, divulgar os serviços em grupos de whatsApp, caprichar no nome da empresa e elaboração da logomarca e manter a equipe uniformizada são estratégias fundamentais para divulgar o negócio.

Com todas essas dicas de como montar uma empresa de porcelanato líquido, as chances de obter excelentes resultados é ainda maior, empreendendo em um dos segmentos mais favoráveis: reforma e construção.

Imagens: montarumnegocio.com / br.freepik.com

Como aumentar sua rede MMN

Saber como aumentar sua rede MMN é o ponto chave para o seu sucesso profissional. Mas a grande pergunta é: como conseguir isso? Para conferir a resposta e começar hoje mesmo a conquistar muito mais resultados, confira nosso post.

8 dicas de como aumentar sua rede MMN

Como aumentar sua rede MMN

1 – Defina metas claras

O primeiro passo de como aumentar sua rede MMN é definir metas claras, começando por tentar responder de maneira objetiva às seguintes perguntas:

  • Para quantas pessoas quero aumentar minha rede MMN?
  • Em quanto tempo desejo atingir esse resultado?

Com base nisso, é preciso definir metas semanais com foco nos resultados. Somente assim, com metas definidas, é possível aumentar a rede MMN.

2 – Participe de todos os eventos

Outra excelente maneira de como aumentar sua rede MMN é participar de todos os eventos, já que o networking é um dos pontos básicos para aumentar sua força empreendedora. Portanto, esteja atento (a) aos eventos relacionados à sua área de atuação, principalmente feiras de negócios, palestras, congressos, workshops etc.

3 – Contribua para o crescimento da equipe

Uma das melhores formas de aumentar sua rede MMN é simplesmente estimular o crescimento de todos os membros da sua equipe. Pessoas felizes e realizadas conquistam melhores resultados, atraem mais pessoas e geram grande volume de negócios.

Por isso, não descuide da equipe que você já tem. Esteja presente, entre em contato com eles, busque compreender as principais dificuldades, marque reuniões ou simplesmente uma conversa em um café para buscar novas maneiras de alcançar resultados.

4 – Aperfeiçoe a liderança

A habilidade de liderar é um dos pilares quando o assunto é saber como aumentar sua rede MMN. Invista em cursos e situações que exercitem sua capacidade de liderança para que você a aperfeiçoe cada vez mais. Liderar equipes, gerenciar processos e mensurar resultados são funções de todo líder de sucesso e elas devem fazer parte do seu dia a dia.

5 – Valorize o engajamento (e os resultados)

Não basta que sua equipe esteja motivada. Ela precisa estar engajada, ou seja, profundamente comprometida com a obtenção dos melhores resultados. Busque maneiras de valorizar as pessoas que mais se destacam, seja fazendo um elogio, concedendo um incentivo financeiro, um jantar etc. Os bons resultados dos membros mais engajados da equipe precisam ser valorizados (e comemorados). Isso é o que multiplica o poder de alcance da rede.

6 – Use as redes sociais

A melhor propaganda do seu negócio é você e seu estilo de vida. Por isso, utilize as redes sociais para demonstrar como você se sente feliz e as vantagens de trabalhar com o que você trabalha. Isso não significa promover diretamente o produto ou serviço, mas despertará o interesse (e curiosidade) das pessoas quanto ao que você faz. Essa é a grande oportunidade para falar do seu negócio em MMN.

7 – Busque aperfeiçoamento constante

Além de aprimorar sua capacidade de liderança, faça cursos que favoreçam seu desempenho profissional, tais como vendas, programação neurolinguística, coaching, empreendedorismo etc. Depois de assimilar esses conteúdos, monte pequenos cursos para sua equipe e compartilhe com eles os conteúdos mais relevantes, fazendo com que eles também consigam avançar na obtenção dos melhores resultados.

Jamais retenha conhecimento. Somente uma equipe bem engajada e atualizada conseguirá aumentar sua rede MMN. Lembre-se: pessoas felizes crescem e fazem você crescer.

8 – Capriche no visual

Lembre-se: você é sua marca. Por isso, outra estratégia importante de como aumentar sua rede MMN é caprichar no visual. Na maioria das vezes, as pessoas se interessam inicialmente pelo estilo de vida de quem trabalha em determinada área, do que no negócio de MMN especificamente.

Ao ver uma pessoa bem-sucedida é natural que elas queiram atuar na mesma área. Simples assim. Portanto, invista no seu visual, no poder de comunicação e na capacidade de lidar com os mais variados tipos de pessoas. Outro detalhe importante é nunca levar um “não” pelo lado pessoal. A mesma pessoa que hoje não está interessada no negócio de MMN futuramente pode ser um dos membros da sua equipe.

Cada uma dessas dicas de como aumentar sua rede MMN trará excelentes resultados, fazendo com que em algumas semanas seja possível já notar grandes mudanças, gerando muitas e muitas oportunidades de negócio e crescimento profissional.

Imagens: tedgestaocorporativa.com.br / saiadolugar.com.br

como montar uma sala de depilação

O passo a passo de como montar uma sala de depilação é bem simples, já que esse tipo de negócio não exige espaços muito amplos, tornando viável a chance de empreender com um investimento acessível. Para saber todos os detalhes, confira nosso post.

6 passos de como montar uma sala de depilação

Confira abaixo alguns passos para montar uma sala de depilação:

1 – Fazer uma lista de todos os itens necessários

O primeiro passo de como montar uma sala de depilação é fazer uma lista de todos os itens necessários para o início das atividades. Feita essa lista, é preciso enviá-la para pelo menos 3 empresas especializadas no ramo de equipamentos e produtos de estética e solicitar um orçamento.

Os principais itens necessários são:

  • É necessário verificar o nível de resistência da maca, tamanho e conforto que ela oferece aos clientes. Uma dica é pesquisar no Google quais são as melhores macas disponíveis no mercado;
  • Esse equipamento serve para aquecer a cera;
  • Folhas plásticas para higienização da termocera;
  • Ceras;
  • Cadeira;
  • Telefone;
  • Notebook (pode ser o pessoal). Ele servirá para cuidar da parte administrativa e de divulgação do negócio;
  • Produtos para limpeza da pele;
  • Carrinho de produtos. Ele facilita para que você sempre fique perto da maca durante o atendimento e não perca tempo circulando pela sala;
  • Cremes hidratantes ou que aliviam a sensação de ardência na pele após a depilação;
  • Toalhas (que diariamente deverão ser higienizadas);
  • Espelhos;
  • Armário médio com gavetas;
  • Suportes para papel toalha, sabonete e álcool gel;
  • Luvas descartáveis.

2 – Pesquisar um local

Depois de definir todos os itens necessários, o próximo passo de como montar uma sala de depilação é pesquisar um local interessante, ou seja, que seja favorável ao fluxo de potenciais clientes, de fácil acesso e que seja seguro. Verifique quais regiões da sua cidade ou bairro possuem salas menores que possam oferecer a segurança para trabalhar com privacidade e ao mesmo tempo facilmente conhecida pelos clientes.

3 – Verificar se esse local atende suas necessidades

Definidos os melhores locais conforme a região, segurança e fácil acesso, é preciso analisar se a área interna desse local atende suas necessidades com relação a espaço, presença de banheiro, conservação elétrica, hidráulica etc. Um diferencial muito importante é a existência de ar condicionado, já que este é um item fundamental para a sala de depilação. A presença de janelas também é um diferencial, já que a sala precisa ser arejada.

4 – Providenciar as autorizações para funcionamento

Assim que definido o local, antes de fazer o contrato de compra ou locação da sala é necessário verificar na prefeitura da sua cidade a possibilidade de emissão de alvará e demais procedimentos para o funcionamento da sala.

5 – Considerar um projeto arquitetônico simples

Depois de obtidas as autorizações e feito o contrato de compra ou locação, você poderá contratar um arquiteto iniciante para fazer um projeto simples (com valores acessíveis) para sua sala de depilação. O projeto deixará o ambiente com uma estética mais agradável, confortável e receptivo aos clientes (o que fará toda diferença para que eles voltem sempre).

6 – Colocar os móveis e demais itens na sala

Depois do espaço pronto, o próximo passo de como montar uma sala de depilação é colocar todos os itens para o início das atividades. Vale ressaltar que o ambiente precisa estar sempre bem higienizado e com um aroma agradável e relaxante.

Dicas para divulgar sua sala de depilação

Como montar uma sala de depilação

  • Utilize todo potencial do Facebook e Instagram para divulgação do negócio, publicando fotos bem elaboradas, pequenos textos e utilizando hashtags (#) que tenham relação com o negócio. Essas postagens devem ser feitas no mínimo 2 vezes por semana;
  • Divulgue seu espaço nos grupos de WhatsApp, entre amigos, familiares, ex-colegas de trabalho etc.;
  • Faça parcerias com outros profissionais que também atuam no ramo de estética, tais como maquiadores, cabeleireiros etc. Eles poderão indicar seu trabalho assim como você poderá indicá-los aos seus clientes;
  • Outra dica de como montar uma sala de depilação e divulgar o negócio é criar um nome interessante, desenvolver uma logo e fortalecer cada vez mais a marca, transformando-a numa das principais referências na cidade que você atua.

Com esse passo a passo de como montar uma sala de depilação você tem a chance de iniciar um excelente negócio, já que o segmento de estética é um dos que apresentam melhores resultados no Brasil.

Imagens: negociobeleza.net / torriton.com.br

 

franquias de clínica de estética

As franquias de clínica de estética consistem numa excelente oportunidade de empreender para pessoas que desejam atuar nesse segmento contando com o respaldo de uma marca já conhecida pelo mercado. Para conferir quais são essas franquias, veja nosso post.

8 melhores franquias de clínica de estética no Brasil

Listamos algumas das melhores franquias de clínicas de estética no Brasil:

1 – Franquia Sobrancelhas Design

Esta é uma das franquias mais renomadas no Brasil no segmento de estética, contando com mais de 400 unidades franqueadas espalhadas pelo Brasil, América Central e Estados Unidos. Especializada no design de sobrancelhas de alta performance, essa franquia supera 3 milhões de atendimentos no decorrer do ano e estima expansão de mais unidades nos próximos anos.

Informações:

  • Atua com: serviços especializados em design de sobrancelhas e maquiagem de alto padrão (sobretudo para eventos como casamento, formatura etc.);
  • Faturamento estimado: 40 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$115.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: de 6 a 18 meses.

2 – Franquia Espaçolaser

Com sede na cidade de São Paulo, essa é uma das franquias de clínica de estética mais conhecidas e respeitadas, atuando com profissionais altamente especializados na depilação a laser.

Informações:

  • Atua com: depilação a laser de alta performance;
  • Faturamento estimado: 130 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$805.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: 24 meses.

3 – Franquia Pello Menos Depilação

No mercado desde 1994, essa franquia trabalha com métodos avançados para depilação à cera, tendo uma posição bastante diferenciada no segmento de estética.

Informações:

  • Atua com: depilação a cera e fotodepilação;
  • Faturamento estimado: 75 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$300.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: de 36 a 48 meses.

4 – Franquia Magrass

Entre as franquias de clínica de estética mais conhecidas no Brasil, a Magrass ganhou destaque por trabalhar no segmento de emagrecimento saudável e serviços especializados em estética corporal, desenvolvendo procedimentos de combate à gordura localizada, celulite etc.

Informações:

  • Atua com: emagrecimento saudável e estética corporal;
  • Faturamento estimado: 130 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$200.00,00;
  • Prazo para retorno do investimento: de 10 a 36 meses.

5 – Franquia Não+Pelo

O objetivo da franquia Não+Pelo é tornar mais acessível o serviço de fotodepilação, estabelecendo um preço único para atender a diversas classes sociais que desejam um serviço de alta qualidade.

Informações:

  • Atua com: fotodepilação unissex com preço único;
  • Investimento estimado: R$80.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: de 18 a 24 meses.

6 – Franquia Siluets

Especializada em tratamentos corporais e faciais, essa é outra das franquias de clínica de estética de maior destaque no Brasil, investindo constantemente em equipamentos de alta tecnologia e capacitação profissional.

Informações:

  • Atua com: tratamentos faciais e corporais com uso de tecnologias avançadas;
  • Faturamento estimado: 80 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$360.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: de 18 a 30 meses.

7 – Franquia Beryllos

Especializada na estética das unhas, o diferencial dessa franquia é a utilização de um método que não oferece qualquer risco de cortes ou machucados durante os cuidados com as unhas. A Beryllos também trabalha com sessões de massagem, fotodepilação, depilação corporal e fotorrejuvenescimento, oferecendo diversos serviços para comodidade dos clientes.

Informações

  • Faturamento estimado: 50 mil por mês;
  • Investimento estimado: a partir de R$180.000,00;
  • Prazo estimado para retorno do investimento: de 6 a 18 meses.

Como escolher uma dessas franquias de clínica de estética?

franquias de clínica de estética

Defina um segmento

Definir o segmento estético no qual se pretende atuar é o primeiro passo para escolher uma franquia e obter os melhores resultados. Portanto, veja em qual dos segmentos você possui mais experiência ou deseja se profissionalizar e veja as opções dentro desse nicho de mercado.

Pesquise detalhes sobre a franquia

Definido o nicho de mercado, verifique todos os detalhes das franquias que atuam nele, anotando todas as informações relevantes para sua escolha, tais como valores de investimento, retorno do investimento, despesas mensais estimadas etc.

Verifique a negociação dos valores

Depois de verificar todos esses detalhes, entre em contato com a franquia para tirar todas as dúvidas com relação aos valores e de como é possível fazer a negociação.

Além dessas franquias de clínica de estética, o mercado oferece uma série de outras opções para quem deseja empreender nesse segmento e obter excelentes rendimentos.

Imagens: blog.carreirabeauty.com / diretoriodeartigos.net

fornecedores para loja de variedades

Ter em mãos uma lista de fornecedores para loja de variedades é essencial para comprar daqueles que oferecem excelente qualidade a preços mais acessíveis e melhores condições de pagamento. Para saber quais são as principais empresas fornecedoras desses produtos, confira nosso post.

Os 6 melhores fornecedores para loja de variedades

Abaixo, apresentaremos os melhores fornecedores para loja de variedades:

1 – Catálogo da China

Essa empresa com sede na cidade de São Paulo atua com uma incrível variedade de produtos, abrangendo:

  • Brinquedos;
  • Copa e cozinha;
  • Produtos para casa (limpeza, banheiros, jardim, acessórios, organizadores etc.);
  • Papelaria;
  • Costura;
  • Festas;
  • Pescaria;
  • Presentes;
  • Lembrancinhas;
  • Beleza e saúde (maquiagem, cuidados e higiene pessoal, produtos fitness, itens de manicure/pedicure etc.).

Para maiores informações, acesse o site da Catálogo China.

2 – Comercial Gomes

Reconhecida pela qualidade e elegância de produtos populares, este é um dos melhores fornecedores para loja de variedades no Brasil, tendo sede na cidade de São Paulo. Essa empresa atacadista fornece:

  • Itens para cozinha, chá e café;
  • Itens de bar e petiscaria;
  • Itens de decoração;
  • Presentes;
  • Produtos para organização;
  • Produtos relacionados à fotografia;
  • Itens para churrasco;
  • Itens para beleza e cuidados pessoais.

Para saber maiores detalhes quanto aos produtos e condições de pagamento oferecidas, acesse o site da Comercial Gomes.

3 – Luma Sul

Entre os melhores fornecedores para loja de variedades, a Luma Sul, situada em Canoas-RS é outra das mais renomadas no Brasil, oferecendo:

  • Brinquedos;
  • Produtos plásticos (recipientes para alimentos, pulverizadores, potes, jarras, bacias etc.);
  • Produtos escolares (cadernos, canetas, calculadoras etc.);
  • Itens para festa (bandejas, balões, pirulitos, guardanapos etc.);
  • Bonés;
  • Meias;
  • Itens de higiene pessoal (escovas, pentes, desodorantes, banheiras etc.);
  • Doces (balas, amendoins etc.);
  • Produtos para decoração (porta-retrato, flores artificiais etc.);
  • Utilidades domésticas;
  • Produtos de limpeza;
  • Ferramentas.

Para saber maiores detalhes, acesse o site da Luma Sul.

4 – Distribuídora Loppel

A Loppel trabalha com uma grande variedade de produtos em atendimento a diversas lojas de variedades espalhadas pelo Brasil, sendo oferecidos:

  • Vários produtos na linha plástica;
  • Ferramentas;
  • Itens importados;
  • Produtos de utilidade doméstica;
  • Produtos diversos para festas;
  • Itens de decoração;
  • Itens de papelaria;
  • Artigos para bebês;
  • Presentes e lembrancinhas;
  • Produtos para o jardim;
  • Itens de higiene e limpeza doméstica.

Para conhecer os detalhes quanto aos produtos oferecidos por essa fornecedora para loja de variedades, confira o site da Loppel.

5 – Loja Minas de Presentes

Entre os fornecedores para loja de variedades, a Minas de Presentes se destaca pela qualidade, design diferenciado e diversidade de produtos como:

  • Brinquedos;
  • Bichinhos de pelúcia;
  • Itens de papelaria (canetas, estojos, cadernos, adesivos etc.);
  • Produtos para casa (decoração, banheiro, organizadores etc.);
  • Utensílios para cozinha (xícaras, fruteiras, garrafas, canecas, jarras, taças, suportes etc.);
  • Mochilas;
  • Espelhos;
  • Acessórios para o cabelo;
  • Bolsas femininas;
  • Carteiras;
  • Fones de ouvido;
  • Capas para celular;
  • Itens da linha pet;
  • Chaveiros.

Para conhecer mais sobre esses produtos, acesse o site da Loja Minas de Presentes.

6 – Issam

A Issam também é conhecida como um dos principais fornecedores para loja de variedades, oferecendo aos clientes uma grande diversidade de itens diferenciados. Esse atacadista fornece:

  • Produtos para Copa do Mundo (pulseiras, bonés etc.);
  • Itens de Festa Junina;
  • Utilidades domésticas;
  • Brinquedos;
  • Ferramentas;
  • Confecções;
  • Linha pet;
  • Produtos para bebês;
  • Material escolar;
  • Itens de beleza e higiene pessoal;
  • Produtos para o jardim;
  • Organização de casa.

Para saber maiores detalhes sobre este atacadista, acesse o site da Issam.

Dicas de como escolher fornecedores para loja de variedades

fornecedores para loja de variedades

Observe o prazo de entrega

Ao definir um ou mais fornecedores para sua loja de variedades é de suma importância verificar o prazo de entrega de cada um deles, evitando de ficar sem mercadorias no estoque.

Facilidades quanto ao pagamento

Optar por fornecedores que ofereçam maiores facilidades quanto ao pagamento é de grande ajuda para que seu fluxo de caixa não seja prejudicado. Veja quais fornecedores oferecem descontos à vista, possibilidade de parcelamento sem juros etc.

Qualidade dos produtos

Por mais que as lojas de variedades trabalhem com produtos populares a preços mais acessíveis, é preciso sempre oferecer máxima qualidade aos clientes. Faça uma seleção dos fornecedores que se destacam pela qualidade e design dos produtos, já que isso aumentará naturalmente suas vendas.

Com todas essas dicas de fornecedores para loja de variedades fica muito mais fácil vender produtos com qualidade e a preço acessível, garantindo um volume cada vez maior de vendas.

Imagens: cidadesnanet.com / blog.picsize.com.br

Como montar uma mecânica de motos

As vantagens de aprender como montar uma mecânica de motos é empreender numa área com grande demanda de serviços, já que esse é um dos meios de transporte mais populares no Brasil e frequentemente necessita de cuidados e manutenção. Para saber o que considerar ao abrir essa mecânica, confira nosso post.

7 passos de como montar uma mecânica de motos

Conheça o passo a passo de como montar uma mecânica de motos:

1 – Fazer um curso de qualificação

Por mais que você já seja experiente na área de mecânica, um curso de aperfeiçoamento nunca é demais, já que a cada ano são transmitidos novos ensinamentos que auxiliam no trabalho do dia a dia de quem lida com motos. Esses cursos são de curta duração, sendo possível concluí-los em questão de semanas, tendo ainda a segurança de ter um certificado que oferece ainda mais credibilidade aos futuros clientes. Por isso, esta é a primeira etapa de como montar uma mecânica de motos.

2 – Definir uma região de atuação

Na hora de saber como montar uma mecânica de motos é fundamental definir uma região de atuação, preferencialmente onde há uma certa falta desses serviços. Estudar a possibilidade de atuar longe do centro da cidade é uma boa alternativa, conseguindo locais mais baratos e estando mais próximo de pessoas que diariamente usam moto para trabalhar ou como meio de transporte pessoal.

3 – Escolher o local

Depois de definida a região de atuação, é necessário pensar no melhor local para a mecânica de motos. De forma geral, um local de pequeno ou médio porte é suficiente, já que as motos não ocupam muito espaço e a equipe de trabalho é pequena. Na escolha do local, é importante considerar alguns fatores como:

  • Segurança (da equipe de trabalho, dos clientes e das motos – evitando roubos ou danos);
  • Estrutura elétrica;
  • Estrutura hidráulica;
  • Ventilação;
  • Presença de banheiros;
  • Espaço para uma pequena salinha que servirá de escritório;
  • Condição do piso do local;
  • Fácil acessibilidade para que os clientes cheguem com maior facilidade;
  • Proximidade a outros pontos comerciais como supermercados, padarias, farmácias, açougues, lanchonetes etc. (essa proximidade a outros pontos comerciais favorece a atração de clientes).

4 – Autorizações junto à prefeitura

Depois de definido o local ideal, é necessário reservar o imóvel (antes de comprar ou alugar) e verificar na prefeitura da sua cidade a possibilidade de autorização para instalação, etapa um pouco mais burocrática de como montar uma mecânica de motos. Assim que confirmada a possibilidade de instalação, é possível alugar ou comprar o imóvel enquanto são providenciados os demais documentos como abertura de CNPJ, alvará, laudos etc.

5 – Comprar os equipamentos e materiais necessários

como montar uma mecânica de motos

Depois de definido o local, é o momento de comprar os itens necessários para o início das atividades, sendo esta uma das etapas mais importantes de como montar uma mecânica de motos. Esses itens são:

  • Elevador pneumático para motos;
  • Elevador hidráulico para motos;
  • Cavalete para suspensão dianteira para moto;
  • Cavalete para suspensão com traseira para moto;
  • Centelhador para teste de faísca em cabos de vela para motos;
  • Medidor de compressão para motos;
  • Analisador de mistura da queima de combustível para motos;
  • Máquina de limpeza de bicos para moto;
  • Capas plásticas para cobrir as motos que estão em manutenção;
  • Mesa de trabalho;
  • Cadeiras e banquetas;
  • Equipamentos de segurança para a equipe de trabalho (botas de borracha, luvas etc.);
  • 1 computador para registro de informações;
  • Material de escritório básico;
  • Panos e produtos específicos para limpeza das motos.

6 – Preparar uma pequena equipe

O próximo passo de como montar uma mecânica de motos é preparar uma pequena equipe de trabalho, começando com no máximo 2 pessoas. Essa equipe só deve aumentar de acordo com a demanda de serviços, evitando custo excessivo com salários e encargos sociais. Ao menos mais uma pessoa da equipe deverá ter curso completo de qualificação em mecânica de motocicletas, sendo também responsável pela execução dos serviços e entrega de máxima segurança e qualidade aos clientes.

Um auxiliar aprendiz poderá assumir o papel de cuidar do espaço, sendo responsável pela limpeza do local, das motos e algumas rotinas administrativas.

7 – Divulgar a mecânica de motos

O último passo de como montar uma mecânica de motos é divulgar o negócio, sendo que isso deve ser feito de maneira constante. Para que a divulgação ganhe força, use todos os recursos das redes sociais (Instagram e Facebook), distribua cartões de visita, divulgue seu serviço para empresas, amigos, colegas e familiares por meio de e-mails.

Todas essas dicas são essenciais para que você comece uma mecânica de motos com o planejamento necessário para obter o melhor retorno financeiro.

Imagens: marceloponzoni.com.br / viacarreira.com

quanto ganha um mecânico de motos

Saber quanto ganha um mecânico de motos é essencial para quem deseja começar nessa profissão e já ter em mente quanto pode ter de salário ou até mesmo para quem pretende abrir uma mecânica de motos e pensa em contratar um funcionário.

Em média, quanto ganha um mecânico de motos?

Em média, um mecânico de motos ganha R$2.307,00. No entanto, esse valor varia (para mais ou menos) de acordo com alguns critérios como: tempo de experiência profissional, nível de qualidade do trabalho e perícia na identificação de problemas, porte da empresa na qual atua, nível de responsabilidade operacional etc.

Vejamos uma tabela divulgada pelo site Trabalha Brasil que exemplifica as faixas salariais aproximadas, demonstrando quanto ganha um mecânico de motos de acordo com o nível:

Porte da empresa Nível de atuação profissional
Trainee Júnior Pleno Sênior Master
Pequena 1.591,88 1.751,07 1.926,18 2.118,80 2.330,68
Média 1.910,26 2.101,29 2.311,42 2.542,56 2.796,82
Grande 2.292,32 2.521,55 2.773,70 3.051,07 3.356,18

Principais atribuições de um mecânico de motos

Além de saber quanto ganha um mecânico de motos, é importante estar por dentro das atribuições básicas de quem atua nessa área:

  • Fazer diagnósticos e manutenções de falhas em motores de motos;
  • Elaborar estratégias/planos de manutenção em sistemas;
  • Substituir peças problemáticas, reparar e testar o desempenho de todos os componentes das motos, garantindo pleno funcionamento e total segurança ao usuário;
  • Saber interpretar manuais e desenhos técnicos, seguindo padrão quanto às normas de segurança e qualidade estabelecidas.

5 dicas ao contratar um mecânico de motos

Se você tem uma empresa que trabalha com manutenção de motos, essas dicas são essenciais para que você acerte na contratação e ofereça os melhores serviços aos seus clientes. Vejamos.

1 – Curso completo

Para atuar em empresas no segmento de mecânica de motos, o profissional responsável por esse serviço deve ter certificado comprovando realização do curso de qualificação em mecânica de motocicletas, já que este é um requisito básico.

2 – Tempo de experiência

Além do curso, o recomendado é que esse profissional de mecânica tenha um tempo mínimo de experiência no mercado de 1 ano. No caso de sua empresa já contar com mecânicos experientes e precisar de um mecânico no nível aprendiz, é possível considerar a contratação sem experiência (desde que o profissional tenha realizado o curso).

3 – Responsabilidade

Na hora da entrevista é importante valorizar os profissionais que demonstram maior comprometimento com a responsabilidade, sendo fiel à qualidade, segurança e prazos estipulados quanto ao serviço. Com o passar do tempo, o valor de quanto ganha um mecânico de motos poderá aumentar mediante elevação do nível de responsabilidade.

4 – Referências

Ao contratar um mecânico de motos também é indicado consultar no mínimo 1 referência de empresa na qual esse profissional trabalhou, buscando verificar se ele desempenhou bem suas funções.

5 – Diferencial do serviço

Durante a entrevista, busque notar se esse profissional demonstra diferenciais quanto ao serviço realizado, tais como obediência a normas de segurança, higienização das motos após o trabalho etc. Para descobrir isso, peça que ele detalhe sua rotina de trabalho no emprego anterior. No caso de mecânicos aprendizes, busque ensinar as melhores normas e padrões quanto à qualidade do serviço.

5 dicas para ser um bom mecânico de motos

1 – Busque conhecimento

O valor de quanto ganha um mecânico de motos varia de acordo com o conhecimento que o profissional possui, seja por meio de cursos ou experiências práticas nesse serviço. Portanto, busque conhecimento. Além das disciplinas do curso, converse com profissionais mais experientes e busque todas as informações disponíveis sobre este assunto. Esteja sempre um passo à frente dos concorrentes.

2 – Adote padrões de segurança

Durante a realização do serviço de mecânica de motos é fundamental estar atento a todas as normas de segurança que envolvem a estrutura da moto e uso dos equipamentos, evitando acidentes no espaço de trabalho e riscos aos clientes.

3 – Capriche

Capriche ao máximo na realização do serviço, já que esse fator determina quanto ganha um mecânico de motos e aumenta bastante sua credibilidade profissional. Busque fazer além do esperado e sempre oferecer um serviço de alta qualidade aos clientes.

5 – Atenda bem

O atendimento é parte essencial no serviço de mecânica. Tire todas as dúvidas dos clientes, responda perguntas de forma educada e sempre trabalhe dentro dos prazos estipulados.

Seguir essas dicas é fundamental para definir quanto ganha um mecânico de motos de acordo com os resultados proporcionados.

Imagens: desapega.net / profiautos.com.br

Como montar um estúdio fotográfico

Dicas simples de como montar um estúdio fotográfico são determinantes para o sucesso do negócio, favorecendo o planejamento e excelentes resultados financeiros em menor tempo. Para saber o que considerar na abertura desse estúdio, confira nosso post.

7 passos de como montar um estúdio fotográfico

Aprenda como montar um estúdio fotográfico, com nossas dicas:

1 – Identificar os serviços oferecidos

Um estúdio fotográfico abre possibilidade para oferecer diferentes serviços. Você pode começar selecionando serviços para um público mais específico ou já iniciar oferecendo tudo que esse estúdio pode oferecer a diferentes tipos de clientes. Entre os principais serviços oferecidos por um estúdio fotográfico estão:

  • Cobertura de eventos (casamentos, formaturas, batizados, aniversários, festas de 15 anos, eventos empresariais etc.);
  • Books fotográficos (gestantes, bebês, crianças, adolescentes, aspirantes a modelo, namorados, noivos, profissionais de determinadas áreas etc.);
  • Fotos para campanhas publicitárias de empresas, políticos ou pessoas de destaque;
  • Ampliação de imagens;
  • Criação de banners e pôsteres;
  • Elaboração de convites personalizados;
  • Revelação de arquivos digitais;
  • Montagem de imagens;
  • Tratamento de imagens;
  • Restauração de fotos antigas.

2 – Orçamento dos equipamentos e materiais necessários

O segundo passo de como montar um estúdio fotográfico é fazer um orçamento dos equipamentos e materiais necessários para ter em mente o valor do investimento. Para abrir o estúdio, são necessários:

  • Softbox para estúdio;
  • Iluminador flash e luz contínua;
  • Rebatedores e difusores;
  • Tripés para estúdio;
  • Fundos fotográficos;
  • Câmeras fotográficas profissionais e respectivos acessórios (lentes, cartões de memória etc.);
  • Filmadoras;
  • Papéis específicos para fotos;
  • Impressoras específicas para fotos e imagens de alta resolução;
  • Computador;
  • Materiais de escritório;
  • Telefone;
  • Cadeiras;
  • Mesas de trabalho.

3 – Definir o local

Por mais que você possa começar um estúdio fotográfico em um cômodo da sua casa, o mais indicado é ter um local específico para esse trabalho, ou seja, um ambiente que comporte todos os equipamentos e ainda ofereça conforto e mobilidade aos clientes. Pesquise locais que estejam próximos de pontos comerciais e que favoreçam o acesso dos clientes. Isso faz toda diferença para o sucesso do negócio.

4 – Tenha um CNPJ

Depois de escolhido o local, reserve o imóvel (antes de fechar um contrato) para averiguar na prefeitura as autorizações necessárias para a próxima etapa de como montar um estúdio fotográfico, tais como alvarás, laudos de segurança etc. Durante esse processo, deve ser solicitado o CNPJ para formalização do negócio e início das atividades.

5 – Montar uma equipe

O próximo passo de como montar um estúdio fotográfico é montar uma equipe excelente, já que o pilar desse tipo de empresa é a qualidade. Além de no mínimo um fotógrafo bem experiente, é preciso contar com um auxiliar para realização dos trabalhos e outro auxiliar para as rotinas administrativas, atendimento aos clientes, agendamento de trabalhos etc.

6 – Arrumar o espaço

Outro passo de como montar um estúdio fotográfico é arrumar o espaço de modo que ele fique moderno, aconchegante e ao mesmo tempo funcional, facilitando o trabalho dos profissionais e oferecendo todo conforto e segurança aos clientes.

7 – Divulgar o negócio

Depois de tudo pronto para o início das atividades, é o momento de divulgar o estúdio e isso deve ser feito de maneira contínua. Por ser um negócio que lida com imagens, marcar presença na internet e redes sociais é fator-chave para o sucesso do negócio. Por isso, invista na divulgação do estúdio por meio de um excelente site, Instagram e Facebook. Os conteúdos devem considerar geração de textos e imagens de qualidade, valorizando o nome e a logo do estúdio.

Dicas extras para divulgação do estúdio de fotografia

como montar um estúdio fotográfico

  • Faça e distribua cartões de visita atrativos;
  • Busque parcerias com empresas que possam indicar seu trabalho para os clientes delas;
  • Trabalhe com pacotes especiais de preço;
  • Valorize a sua imagem profissional e a de sua equipe, atentando-se também para os cuidados pessoais, principalmente ao cobrir eventos;
  • Divulgue no site um portfólio com seus melhores trabalhos em cada serviço realizado pelo estúdio fotográfico. Este é o carro-chefe da divulgação.

Uma dica especial de como montar um estúdio fotográfico é pesquisar tudo sobre este segmento e, caso seja possível, visitar outros estúdios para ter uma noção melhor da estrutura necessária.

Com todas essas dicas, as chances desse negócio dar certo são muitas, já que com planejamento e dedicação é possível se destacar nesse mercado que possui grande quantidade de clientes.

Imagens: produto.mercadolivre.com.br / estudioev.com.br

como montar uma gráfica

Aprender como montar uma gráfica é a chance de iniciar um empreendimento com alto potencial de resultados, já que todas as empresas necessitam desse serviço. Para conferir os detalhes quanto a esse passo a passo, confira nosso post.

7 passos de como montar uma gráfica

A seguir, listaremos alguns passos para se montar uma gráfica:

1 – Verificar as máquinas, equipamentos e materiais necessários

O primeiro passo de como montar uma gráfica é fazer uma pesquisa quanto às máquinas, equipamentos e materiais necessários nessa atividade. É com base nesse levantamento que você escolherá o local para que a empresa comece a funcionar. Entre os principais itens para a abertura de uma gráfica, estão:

  • Impressora tipográfica;
  • Impressora offset;
  • Impressora a laser;
  • Laminadora;
  • Perfuradora;
  • Guilhotina automática ou semiautomática;
  • Plastificadora;
  • Vincadeira;
  • Gravadora de chapas;
  • Dobradeira;
  • Refiladora;
  • Picotadeira;
  • Serrilhadeira;
  • Grampeador;
  • Scanner de mesa;
  • Computadores;
  • Sistema de numeração;
  • Aparelhos de medição;
  • Blanquetas;
  • Brocas;
  • Cartuchos;
  • Facas gráficas;
  • Réguas para guilhotina;
  • Tintas;
  • Produtos químicos para limpeza das máquinas.

2 – Definir o local

Com base na quantidade de equipamentos que serão utilizados e nas medidas deles, o próximo passo de como montar uma gráfica é escolher um local com capacidade adequada para armazená-los e também comportar a equipe de trabalho e uma pequena sala para reuniões.

Além de estar atento ao espaço do local, é importante considerar fácil acesso, localização na cidade, estrutura elétrica e hidráulica, existência de ar condicionado etc. Todos esses detalhes são importantes para que a gráfica funcione sem problemas.

3 – Abrir um CNPJ

Antes de assinar um contrato de venda ou locação do imóvel onde será instalada a gráfica é necessário iniciar os trâmites para abertura do CNPJ junto à prefeitura municipal da sua cidade, solicitando as devidas autorizações para o funcionamento de acordo com o local pretendido. Essas autorizações envolvem alvarás, laudos técnicos, laudo do Corpo de Bombeiros etc.

4 – Comprar as máquinas e equipamentos

como montar uma gráfica

Depois de escolhido o local, essa etapa de como montar uma gráfica consiste em comprar as máquinas e equipamentos e instalá-los na empresa. Antes de fechar a compra, é importante ter no mínimo 3 orçamentos de empresas fornecedoras desses produtos. Opte por aquelas que ofereçam alta qualidade e melhores condições de pagamento.

Obs.: na dúvida entre qualidade e menor preço, sempre priorize a qualidade, já que essas máquinas e equipamentos são fundamentais para o padrão de qualidade da sua gráfica.

5 – Contratar a equipe de trabalho

O próximo passo de como montar uma gráfica é contratar a equipe de trabalho. Para começar, o ideal é ter uma equipe pequena de colaboradores, evitando custos excessivos com folha de pagamento, encargos trabalhistas, benefícios etc. Também é importante contratar profissionais que já tenham alguma experiência nessa área, oferecendo máxima qualidade e tranquilidade ao assumir trabalhos para os primeiros clientes.

Com o passar do tempo, é possível investir na contratação de auxiliares que poderão ser treinados com o tempo, agregando ainda mais aprendizado para a equipe.

6 – Divulgar a gráfica

A divulgação é parte essencial no sucesso de um negócio e é preciso dar uma atenção especial a ela. Para isso, é necessário criar um site atraente para a gráfica que tenha também um blog. Outra medida é criar perfis nas redes sociais, principalmente Instagram e Facebook, alimentando o site e as redes sociais frequentemente com conteúdos de imagens e textos relacionados às necessidades dos clientes.

Uma estratégia fundamental para divulgar a gráfica é enviar e-mails para as empresas e buscar fazer contatos importantes com potenciais clientes. Para construir essa rede de contatos e atrair cada vez mais clientes, a dica é participar de eventos empresariais como palestras, congressos, feiras, workshops etc. e até mesmo patrocinar pequenos eventos na sua cidade ou região.

7 – Trabalhar na ampliação do negócio

Por mais que a gráfica comece pequena, sempre é necessário ter em vista a ampliação do negócio, conquista de mais clientes, aumento da capacidade de atendimento, um espaço maior etc. Conforme mencionamos, todas as empresas necessitam de serviços gráficos e a demanda é constante pelos mais diversos tipos de produtos impressos, tais como cartões de visita, pastas de papel, folders, banners, agendas, calendários, cadernos, papel timbrado etc.

Portanto, além de saber como montar uma gráfica é importante buscar estratégias de como fazer esse tipo de negócio crescer cada vez mais, gerando excelente faturamento e lucros.

Imagens: helioprint.com.br / imagemscan.com.br