Alfred Sloan e os Princípios de Organização nas Empresas


Alfred Sloan e os princípios de organização

O famoso executivo norte-americano Alfred Sloan e os princípios de organização marcaram a primeira metade do século XX com novos modelos de gestão que passaram a ser aplicados em empresas do mundo todo. Para saber como isso ocorreu, quais foram os princípios adotados e que resultados eles trouxeram, confira nosso post.

Alfred Sloan e os princípios de organização: Como tudo começou?

O norte-americano Alfred Sloan nasceu no ano de 1875 e formou-se em engenharia elétrica em 1892 pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT, sendo que desde cedo descobriu uma grande aptidão para a mecânica automotiva.

Publicidade

Após atuar como desenhista em uma pequena oficina mecânica e posteriormente como presidente da Hyatt, no ano de 1923, após a fusão dessa empresa com a General Motors, Sloan assumiu o desafio de se tornar presidente da GM, sendo a grande esperança para livrar a empresa da falência que era quase certa.

Naquele momento, a General Motors passava por um período de caos organizacional em diversos aspectos, sendo um emaranhado de negócios desordenados, repleta de dívidas e com o processo produtivo à beira de um colapso.
Nesse contexto, a missão do presidente era oferecer suporte à produção, prover recursos financeiros, organizar fábricas e suprir mão de obra.

Diante desse cenário, Sloan encarou o desafio de colocar a empresa nos trilhos e é justamente aí que entram os princípios de organização adotados por ele ao comandar a General Motors.

Quais foram esses princípios?

Alfred Sloan e os princípios de organização empregados na General Motors consistiram basicamente em um modelo de descentralização regido por um mecanismo de controle central que não interferisse na autonomia das unidades de negócio. Para isso, Sloan definiu dois princípios de organização.

O primeiro trata-se da responsabilidade sem limites concedida aos executivos principais de cada divisão, onde cada um deles teria todas as condições para se desenvolver de maneira independente e exercer o poder de iniciativa.

O segundo princípio consiste em estabelecer que determinadas funções centrais sejam necessárias com o objetivo de promover o desenvolvimento lógico e o controle efetivo das atividades da corporação.

Alfred Sloan e os princípios de organização implantados na GM também são conhecidos pela aplicação da padronização de procedimentos orçamentários, de vendas e contratações assim como pelo desenvolvimento de estratégias segmentadas de marketing para a GM, tornando possível um gigantesco crescimento nas vendas que superou as expectativas ao final da década de 30 e início da década de 40, ultrapassando grandes concorrentes da época.

Informações importantes sobre Alfred Sloan e os princípios de organização

Alfred Sloan e os princípios de organização

– Sloan é conhecido por ser um grande visionário e estrategista principalmente por pensar de maneira descentralizada. Sob seu comando, em 1940 a General Motors deu um salto de crescimento nas vendas que atingiu 47,5%, superando assim seu maior concorrente na época: a igualmente poderosa Ford;

– E por falar nesse assunto, enquanto Henry Ford dizia que “as pessoas poderiam comprar qualquer carro desde que ele fosse um Ford preto”, Alfred Sloan priorizou a estratégia de “um carro para cada bolso e propósito” com uma linha que ia do imponente Cadillac ao simples Chevrolet, garantindo uma participação de mercado que a Ford jamais teria chances de recuperar;

Alfred Sloan e os princípios de organização foram determinantes para o aprimoramento da qualidade dos produtos oferecidos pela GM assim como o aumento do valor percebido pelos consumidores;

– Os princípios adotados por Sloan durante o processo de reorganização da General Motors foi uma das principais referências para quase todas as empresas do século XX, tanto no que diz respeito à organização dos processos como também do oferecimento de produtos de acordo com as necessidades dos clientes;

– A maior parte da jornada do engenheiro e executivo Alfred Sloan à frente da GM foi narrada em seu livro “Minha vida na General Motors”. Esta obra é tão significativa para a área de administração de empresas que é uma das principais indicações de leitura feitas por Bill Gates aos executivos .

Alfred Sloan e os princípios de organização adotados na General Motors são até hoje referência para inúmeras empresas, sobretudo aquelas que atuam na área da indústria, tamanha a importância e eficácia de cada um desses princípios que tem como estratégia fundamental a descentralização e maior eficácia nas unidades de negócio.

O pensamento descentralizador de Alfred Sloan e os princípios de organização podem ser resumidos em uma das frases mais conhecidas desse executivo: “É impossível saber a medida do que um indivíduo pode conseguir a não ser que lhe seja dada responsabilidade.”

Imagens: seuhistory.com / abcdoabc.com.br

Publicidade