Como calcular o custo de mão de obra direta MOB?


como-calcular-o-custo-de-mao-de-obra-direta-mob

 

O valor com relação à mão de obra empregada na produção de bens e serviços é sem dúvida um dos mais impactantes para as empresas. Exatamente por isso, saber como calcular o custo de mão de obra direta é fundamental para o sucesso nos negócios. Confira!

Publicidade

O que é custo de mão de obra direta?

A mão de obra direta, como o próprio nome diz, consiste naquela utilizada diretamente para a fabricação de produtos ou prestação de serviços. Ou seja, trata-se de todas as despesas oriundas dos funcionários que atuam de forma direta na produção de bens e serviços.

No caso de uma grande indústria, os funcionários pertencentes ao grupo de mão de obra direta são aqueles que atuam na linha de produção, sendo responsáveis pela fabricação dos produtos que gerarão o faturamento do negócio.

Já no caso de uma empresa que presta serviços de consultoria, por exemplo, os funcionários considerados mão de obra direta são os consultores, já que eles são diretamente responsáveis por entregar o serviço ao cliente e gerar faturamento.

Todos os demais funcionários que atuam em atividades secundárias, ou seja, aquelas que não geram faturamento para a empresa, são considerados como mão de obra indireta.

Passo a passo de como calcular o custo de mão de obra direta MOB?

De forma bem simples, o passo a passo de como calcular o custo de mão de obra direta consiste em:

  1. Identificar na folha de pagamento quais são os empregados que atuam diretamente na produção, seja ela no caso de produtos ou serviços, chegando a uma determinada quantidade de pessoas.
  2. Fazer um levantamento dos custos de cada empregado, verificando: Salário, adicionais, horas extras, férias, 13º, INSS, FGTS e todos os demais encargos trabalhistas.

Além disso também deverão ser apurados os custos desses empregados com relação a vale alimentação/refeição, vale transporte, plano de saúde, seguro de vida, previdência complementar etc. Ou seja, todos os custos com relação aos empregados atuantes diretamente na produção deverão ser apurados, chegando a uma somatória.

  1. Definir a quantidade de horas trabalhadas por cada empregado mensalmente (já descontando os períodos ociosos como férias e finais de semana). De forma geral, para este cálculo considera-se em média 220 horas mensais.

Seguindo este raciocínio, suponhamos uma empresa com:

  • Quantidade de empregados atuantes diretamente na produção = 20
  • Valor total dos custos oriundos desses empregados = R$70.000,00
  • Quantidade de horas mensais que cada empregado trabalhou na produção = 220.

Para começar, é preciso calcular primeiro o número total de horas trabalhadas:

Quantidade total de horas trabalhadas = Nº de empregados x Quantidade de horas mensais trabalhadas de cada um

Quantidade total de horas trabalhadas = 20 x 220 = 4.440

Depois disso, é possível calcular o custo da mão de obra direta aplicando:

Custo da mão de obra direta = Valor total dos custos dos empregados / Quantidade total de horas trabalhadas

Custo da mão de obra direta = 70.000 / 4.440 = R$15,91 por hora.

Todas essas informações demonstram que saber como calcular o custo de mão de obra direta é fundamental para que os empresários consigam ter um parâmetro quanto aos custos de produção.

Imagem- asaas.com

Publicidade

Isso pode te interessar: