Cronoanálise – O que é, Objetivos e Vantagens para as Empresas


Cronoanálise

A cronoanálise consiste numa ferramenta muito utilizada no ambiente industrial, especialmente na área de logística. Ela tem como foco a análise do tempo gasto para a conclusão de um determinado processo, mensurando também o tempo empregado em cada tarefa integrante desse processo. Para saber como surgiu essa análise, como ela é empregada nas indústrias, objetivos e vantagens oferecidas para as empresas, confira nosso post.

Como surgiu a cronoanálise?

Essa ferramenta tem suas origens na Teoria Científica da Administração, divulgada no ano de 1903 por meio dos estudos realizados pelo engenheiro mecânico norte-americano Frederick Taylor. Ele se dedicava à análise de tempos e decomposição das operações que envolvem todo o processo produtivo, buscando compreender a linha de produção de uma maneira altamente lógica e racionalizada.

Publicidade

O também engenheiro norte-americano Frank Bunker contribuiu para o desenvolvimento do conceito de cronoanálise ao estudar detalhadamente os movimentos dos operadores com o objetivo de definir movimentos simples, diminuir a fadiga e agregar valor ao tempo de trabalho de cada operador.

Cada um desses estudos foram (e são até hoje) determinantes para a eficácia dos processos industriais nos mais diversos ramos de atividade seja na indústria alimentícia, automotiva, metalúrgica, eletrônica etc.

Objetivos da cronoanálise

– Reduzir todos os custos de produção que envolvem o emprego de tempo, recursos humanos, financeiros e materiais para a elaboração de um determinado produto;
– Melhor aproveitamento do tempo apurado para destiná-lo ao controle e coordenação da produção, tornando todos os processos mais rápidos e interligados;
– Determinar uma base de cálculo segura para a remuneração variável dos colaboradores que atuam de forma direta no processo produtivo;
– Estabelecer múltiplos indicadores e potenciais de racionalização quanto aos processos ocorridos na linha de montagem, evitando a ocorrência de problemas que fujam ao alcance dos supervisores e coordenadores;
– Elaborar tabelas onde são apontados os tempos planejados de forma detalhada, mantendo tais informações organizadas e acessíveis também para futuras readequações;
– Determinar com maior segurança os padrões de tempo para o plenejamento da mão de obra, balanceamento de linhas, cargas das máquinas etc.;
– Analisar as atividades em que o desempenho de uma pessoa se apresenta superior ao de uma máquina e vice-versa;
– Definir e restringir gastos relacionados a tempo e dinheiro.

Quais são as etapas da cronoanálise?

A aplicação da cronoanálise industrial requer o desenvolvimento das seguintes etapas:

– Mapeamento dos processos produtivos e suas respectivas etapas (incluindo a operação, transporte, inspeção, espera e armazenamento dos produtos);
– Definição dos elementos de cada etapa relacionada à atividade produtiva;
– Levantamento dos tempos atuais e reais, estabelecendo comparativos de desempenho;
– Definição dos tempos padrão;
– Estabelecimento de ações de melhoria do método e movimentação;
– Padronização e racionalização dos processos;
– Análise do layout adotado na linha de produção.

Vantagens oferecidas pela cronoanálise

cronoanálise

– Proporciona uma visão crítica e objetiva dos processos industriais, favorecendo ações de melhoria contínua na linha de produção;
– Estabelece um padrão a ser adotado na linha de produção, facilitando a implantação de normas de qualidade reconhecidas mundialmente, como por exemplo: ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 etc.;
– Otimiza os recursos humanos empregados na elaboração dos produtos, evitando que a empresa tenha um custo excessivo com número de funcionários além do necessário;
– Favorece o cumprimento de prazos junto aos clientes, contribuindo também para o planejamento e cumprimento das metas quanto ao fluxo de caixa da empresa;
– Oferece respaldo quanto à tomada de decisões na hora de investir em máquinas e equipamentos para a linha de produção;
– Contribui para diminuir os riscos de acidente de trabalho que se apresentam de forma mais comum em ambientes industriais desorganizados;
– Permite um melhor planejamento da produção, facilitando a adequação frente a um aumento ou diminuição da demanda de produção.

A importância da automação industrial

Com os avanços tecnológicos, a maioria das indústrias conta com processos automatizados, onde é possível identificar com ainda mais clareza como a cronoanálise é empregada, já que além do aspecto humano envolvido na produção, ela considera também o trabalho das máquinas. Os processos de automação ocorrem principalmente nas indústrias:

– Hospitalar;
– Farmacêutica;
– Metalúrgica;
– Agrícola;
– Alimentícia;
– Pneus;
– Têxtil;
– Alumínio;
– Química;
– Embalagens;
– Açúcar e álcool;
– Móveis;
– Máquinas especiais;
– Eletroeletrônicas;
– Plástico;
– Construção civil;
– Bebidas;
– Gás e óleo;
– Automobilística;
– Mineração;
– Celulose e papel;
– Energia;
– Siderúrgicas;
– Transportes.

Desse modo, quanto maior a estrutura industrial, mais necessário contar com ferramentas de logística que favoreçam o bom andamento da produção. Cada uma dessas informações revela como a cronoanálise é fundamental para a eficácia dos processos industriais e otimização dos recursos.

Imagens: bestofsampleresume.com / ocpr.com.br

Publicidade

Isso pode te interessar: