Estrutura Organizacional – O que é e quais os principais Tipos?


No ambiente empresarial, o termo estrutura organizacional é amplamente utilizado para designar a maneira com a qual cada empresa se organiza e orienta suas atividades.

Para que seja possível saber um pouco mais de detalhes sobre o que significa esse termo e qual sua importância para o sucesso das organizações, resolvemos abordar esse assunto. Acompanhe!

Publicidade

Conceito

De acordo com os principais autores da área de administração, a estrutura organizacional é composta por aspectos tais como: Instalações físicas, recursos humanos, financeiros, administrativos, jurídicos e econômicos.

Devido às grandes mudanças ocorridas nas últimas décadas, é impossível dizer que uma estrutura organizacional é pronta e acabada. Pelo contrário, ela necessita constantemente adequar-se às mudanças exigidas por um mercado mundial bastante competitivo.

Estrutura e estratégia organizacional

De forma geral, as estruturas das organizações devem estar alinhadas com suas estratégias, já que por meio da estrutura é que todos os objetivos estabelecidos pela organização são atingidos.

A estrutura diz respeito à maneira como os líderes irão alocar os colaboradores da empresa fazendo com que eles desenvolvam e entreguem seu melhor potencial. Também revela a divisão de setores/departamentos, hierarquia estabelecida, divisão de cargos, tarefas etc.

Em suma, toda estrutura deve ser desenvolvida levando em consideração a cultura da empresa assim como o ramo de atuação e estratégias de curto, médio e longo prazo.

 

Tipos de Estrutura organizacional

Confira os principais tipos de estrutura organizacional: Funcional, Divisional, Matricial e Redes..

Funcional

Formato clássico consebido por Fayol. É indicado por empresas maiores e pouco flexíveis. Não funciona muito bem para empresas dinâmicas e focadas em inovação.
Consiste em ter departamentos bem definidos com funções bem desenhadas e planejadas. Cada departamento conta com especialistas nessa área.

Divisional

São empresas que possuem departamentos autosufiencientes. Por exemplo, uma agência de publicidade que é dividida por clientes ou por projetos. Dentro de cada divisão há funcionários de diferentes áreas, desde planejamento à operacional.

Matricial

Esse modelo apresenta mais de uma estrutura linear. Assim, um funcionário poderá ter dois chefes (o chefe de seu departamento e o chefe do projeto que está atuando, por exemplo).
A vantagem é a troca de informações e a flexibilidade, a desvantagem seria possíveis problemas de comunicação e comando.

Redes

Novo formato que é muito utilizado por empresas digitais e startups. Nesse formato a empresa possui um núcleo central, o qual é ligado à outras empresas que realizam funções diversas através de home-office ou parcerias.

 

Como desenvolver uma boa estrutura na empresa?

Teamwork of businesspeople at work to build a business system

Esta é uma das perguntas mais recorrentes feitas por empresários que desejam obter sucesso em seus negócios. Para responde-la, é preciso apontar alguns aspectos que com certeza fazem muita diferença para a estrutura de uma organização, são eles:

Analisar a amplitude do negócio

Esta análise consiste em identificar a hierarquia e cargos na organização tendo como base o tipo de negócio escolhido pela empresa.

Vale ressaltar que atualmente, de acordo com os muitos recursos tecnológicos disponíveis, muitas empresas estão optando por uma estrutura mais horizontalizada, ou seja, sem uma hierarquia tão rígida.

Numa estrutura mais horizontal ou flexível, os colaboradores de forma geral possuem maior autonomia e participação quanto às tomadas de decisão.

Escolher um modelo organizacional adaptável

Nas empresas, os modelos mais comuns são basicamente o funcional e o projetista. O modelo funcional consiste na divisão já conhecida de setores: Recursos humanos, financeiro, marketing etc. Esta estrutura funciona bem desde que a empresa realize atividades repetitivas ou bastante especializadas.

Já o modelo projetista, cada vez mais utilizado pelas empresas atualmente, diz respeito à existência de núcleos independentes, onde os colaboradores se organizam com o objetivo de solucionar o problema do cliente do começo ao fim.

Adotar uma comunicação eficiente

Para que uma estrutura organizacional funcione bem, é indispensável contar com uma comunicação eficiente. Para isso, a empresa não deverá manter mais que três níveis de hierarquia entre o CEO e os colaboradores que atuam na linha de frente, ou seja, na parte mais operacional das empresas.

O excesso de níveis hierárquicos e até mesmo de cargos, acaba travando o processo de comunicação, gerando uma estrutura excessivamente burocrática.

Planejar uma demanda de trabalho flexível

Planejar a demanda é uma das chaves para que a empresa mantenha uma estrutura sob medida em atendimento às suas necessidades, sem que tenham colaboradores “sobrando” ou faltando.

Por exemplo, se determinada organização prevê uma grande demanda de vendas em um semestre e ela não ocorre, obviamente a quantidade de vendedores contratados gerou um tempo ocioso, provocando despesas desnecessárias e, consequentemente, prejuízos.

É preciso que as empresas ofereçam bastante atenção ao planejamento da demanda, atentando-se para o momento certo de contratar e demitir pessoas. Uma boa estratégia é buscar ao máximo a adesão de contratos de trabalho mais flexíveis e até mesmo pensar na hipótese de manter alguns colaboradores em home office, diminuindo custos com transporte.

Eliminar a procrastinação

Procrastinação na linguagem popular significa “deixar para depois” ou “deixar para amanhã”. Para que uma empresa funcione bem, é preciso que todos os colaboradores estejam engajados em eliminar a procrastinação.

Uma estrutura eficiente deve ser ágil para que as atividades possam fluir com mais facilidade, honrando prazos, aumentando a produtividade, a participação das pessoas e consequentemente, os lucros.

Com todas essas informações, fica evidente a importância de as empresas manterem uma estrutura organizacional eficaz, determinando os rumos e o sucesso dos negócios em um mundo cada vez mais competitivo.

Imagem: ibccoaching.com.br; ausland.com.br

Publicidade