Fluxo de Caixa – O que é? Como fazer?


fluxo de caixa

Fluxo de caixa é mais um dos termos comuns dentro dos processos administrativos de um negócio, mas que muitas vezes o empreendedor iniciante desconhece o seu funcionamento. Veja agora o que é e como elaborar um fluxo de caixa e efetive este recurso hoje mesmo em seu negócio.

O que é o fluxo de caixa?

Fluxo de Caixa é uma ferramenta de gestão financeira, que prevê para períodos futuros todas as entradas e as saídas de recursos financeiros do negócio, fornecendo uma perspectiva de qual será o saldo e controle de caixa para o período projetado. É muito fácil de fazer e serve para empresas que possuem controles financeiros bem organizados. Uma de suas principais vantagens é que permite o controle e, principalmente, a tomada de decisões.

Publicidade

fluxo de caixa

Trata-se de uma uma estrutura flexível, no qual o empresário deve inserir informações de entradas e saídas conforme as necessidades da empresa, gerando projeções. É preciso que o empreendedor considere o fluxo de caixa e as suas informações na hora de estabelecer a estrutura gerencial dos resultados, a análise da sensibilidade do negócio, o cálculo da rentabilidade e da lucratividade, os prazos de retorno de investimentos e outras demandas do negócio. Deve ser feito, neste caso, desde o início do seu empreendimento e em todos os meses.

Planilhas de fluxo de caixa

A expansão dos meios eletrônicos trouxe diversos benefícios na hora de criar um fluxo de caixa. Você pode utilizar planilhas digitais fáceis de customizar. Para criar uma planilha, você precisa estabelecer em cada mês o valor de faturamento e de compras, à vista e a prazo, os totais de entradas, valores referentes aos impostos, frete, salários, retiradas dos sócios, despesas mensais, compras à vista comissões sobre as vendas, os totais de saídas, o resultado operacional e o saldo final do caixa.


📢 Você sonha em montar um negócio próprio mas não sabe por onde começar? Clique Aqui e leia o passo-a-passo para criar um negócio lucrativo, sem arriscar seu dinheiro dando um tiro no escuro!

Neste Link do SEBRAE você pode baixar um modelo de fluxo de caixa.

Como fazer o fluxo de caixa

Você pode notar que o fluxo de caixa permite conferir tudo que foi pago e recebido e checar com o dinheiro do caixa no período – dia, semana ou mês. Este será o registro das transações financeiras de um negócio. Com ele, você poderá manter as contas do seu negócio em ordem. É preciso compreender como ocorre o processo de entradas e saídas da sua empresa para poder tomar melhores decisões para o futuro e fazer o diagnóstico da saúde financeira da sua empresa.

o que é fluxo de caixa

Para elaborar o fluxo de caixa ideal para a sua empresa, é preciso fazer a ferramenta com calma, sem esquecer nenhum detalhe. São pelo menos três coisas que você deve levar em consideração na hora de elaborar a sua planilha (além das demais já citadas): fornecedores, despesas e outras saídas.

A parte das despesas pode ser dividida ainda em três outras categorias:  administrativas (insumos, correio, telefone, internet e salários, etc.), comerciais (todos os tipos de serviços, como marketing e comissões serviços bancários, etc.) e saídas extras (como amortização de empréstimos, pagamento de tributos e investimentos, etc.). Na parte das entradas, coloque tudo o que a empresa recebe das vendas e com suas ações. Sempre que você vender um bem da empresa, deve ser colocado o valor nesta parte.

Publicidade

Você pode estabelecer o período do fluxo de caixa conforme a sua atividade. Por exemplo, se trabalhar com o comércio de varejo, como uma padaria, em que há entradas e saídas todos os dias, o fluxo de caixa será diário. Se o seu negócio não efetua transações diariamente, poderá fazer um fluxo de caixa semanal. Quanto mais específico, melhor. O número apresentado no fluxo de caixa deve bater com o que há nas contas bancárias – fique atento às discrepâncias, pois indicam que algo está errado.

E se o saldo ficar negativo, não entre em pânico, pois isso não indica prejuízos. Há uma grande diferença entre saldo e lucro ou prejuízo. Quando o saldo diário é negativo, há déficit de caixa. O prejuízo ou lucro só ocorre quando há um resultado de vendas menor que custos e despesas. Mas fique atento se o saldo diário for negativo com muita frequência, pois isso indica que você está gastando mais que suas entradas. É para isso que serve o fluxo de caixa: para estabelecer um controle real de suas contas.

Fluxo de caixa projetado

Quando se trabalha com prazos maiores, o fluxo de caixa deve ser projetado. Para isso, você deve colocar na planilha em qual data deverá entrar ou sair dinheiro. Isso é possível após algum tempo de negócio, quando você já aprendeu as oscilações do mercado e da própria empresa.

fluxo de caixa

Por exemplo, se você precisa pagar os seus fornecedores em 60 dias, poderá se programar e deixar de gastar ou investir para poupar e não precisar apelar para os bancos. Veja como o fluxo de caixa projetado é uma ferramenta estratégica. Este modelo serve para quando você já conhece a curva de caixa e sabe como é o movimento mês a mês, facilitando o planejamento.

A diferença das datas entre pagar o fornecedor e receber do cliente muitas vezes possui um período muito longo e não dá tempo do dinheiro entrar. Desta forma, você pode ainda fazer a gestão de estoque, uma negociação maior com os fornecedores ou negociar menores prazos para os clientes pagarem.

O fluxo de caixa permite que você esteja à frente de seus negócios e que tome decisões mais assertivas para cada fase de sua empresa, já que esta é uma ferramenta de avaliação de gestão financeira. Basta um pouco de tempo todos os dias ou na semana para fazer estas contas. Desta forma, seja preciso para ter resultados realistas. Do contrário, se colocar resultados parciais ou arredondados, de nada adiantará o seu fluxo de caixa. O Fluxo de Caixa é um ponto importantíssimo no processo de planejamento de abertura de uma empresa.

Imagens: Pinterest.


👉 Qual a melhor ideia de negócio PARA VOCÊ?

Na internet existem milhares de informações sobre ideias e modelos de negócio. Mas afinal, qual a ideia de negócio ideal para você? Será que sua ideia é lucrativa? Nesse ARTIGO (clique aqui) mostramos para você como descobrir isso hoje mesmo. Se você quer montar um negócio 100% próprio com baixo risco, CLIQUE AQUI e veja o passo-a-passo para se tornar seu próprio chefe.