Henry Mintzberg e os Papéis Gerenciais nas Empresas


Henry Mintzberg e os papéis gerenciais

Henry Mintzberg e os papéis gerenciais marcaram o estudo no campo da Administração, oferecendo conceitos que são amplamente utilizados por empresas do mundo todo. Para saber sobre este grande autor e suas considerações sobre os papéis gerenciais, confira nosso post.

Quem foi Henry Mintzberg?

Esse autor canadense nascido em 1939 formou-se em Engenharia pela Universidade de Montreal e tornou-se PhD pela Sloan School Management do MIT. Mintzberg é tido no mundo como um dos maiores especialistas em estratégia empresarial, desenvolvendo um amplo trabalho na área de gerência corporativa.

Publicidade

Com 13 livros e mais de 140 artigos publicados sobre negócios e estratégias gerenciais, entre as obras de maior destaque de Mintzberg, estão “A ascensão e queda do planejamento estratégico” e “Safári de estratégias”, muito estudados nas escolas de Administração.

Henry Mintzberg e os papéis gerenciais definidos nas empresas

Henry Mintzberg e os papéis gerenciais

Para entender Henry Mintzberg e os papéis gerenciais, é necessário considerar que o trabalho do autor não é decorrente apenas de teorias, já que ele realizou estudos com grupos de importantes executivos buscando sempre a comprovação prática no mundo dos negócios.

Os estudos de Mintzberg começaram a ganhar visibilidade no começo da década de 70, quando o estudo realizado com grandes executivos concentrava-se em analisar as atividades que os gerentes realizavam, o que eles faziam, com quem conversavam, como se comunicavam, quanto tempo passavam trabalhando sozinhos etc. Esse estudo serviu de base para a definição de 10 papéis gerenciais que foram divididos em 3 grupos:

  • Papéis interpessoais;
  • Papéis de informação;
  • Papéis de decisão.

Papéis interpessoais

Referem-se às relações interpessoais ocorridas dentro e fora da empresa, sendo que neste papel o gerente é representado como um líder, símbolo ou ligação.

Líder: a liderança é determinada pela influência que o gerente exerce sobre os funcionários, clientes, fornecedores, parceiros empresariais etc.

Símbolo: o gerente atua como um representante quanto às relações públicas da organização.

Ligação: diz respeito à rede de relacionamentos que deve ser mantida pelo gerente com o objetivo de promover o intercâmbio de informações e recursos que viabilizem e favoreçam a performance da empresa.

Papéis de informação

Referem-se aos meios pelos quais são obtidas e transmitidas as informações (de dentro para fora e de fora para dentro da empresa). Esse grupo de papéis definidos por Mintzberg abrange a atuação do gerente como:

Monitor: o gerente busca obter informações para entender o que acontece na empresa e no ambiente. Isso requer a habilidade de lidar com inúmeras fontes de informação, desde livros técnicos ou sobre negócios até a comunicação informal dos trabalhadores.

Disseminador: refere-se à disseminação da informação interna (entre um subordinado e outro) assim como a comunicação externa para dentro da empresa.

Porta-voz: a atuação do gerente como porta-voz envolve a transmissão de informações de dentro da empresa para o ambiente e contexto no qual ela está inserida.

Papéis de decisão

Dizem respeito à tomada de decisões e à solução de problemas relacionados a tudo que envolve a empresa. Esse grupo de papéis requer a atuação do gerente como:

Empreendedor: está relacionado à tarefa de planejamento, identificação e aproveitamento de oportunidades de negócio atrativas para a empresa.

Controlador de distúrbios: diz respeito à capacidade de o gerente lidar com imprevistos, conflitos e crises que afetam a empresa, sejam esses fatores provenientes do ambiente interno ou externo.

Administrador de recursos: Henry Mintzberg e os papéis gerenciais falam do gerente enquanto administrador de recursos, cabendo a ele a gestão de recursos materiais, financeiros, de pessoas e demais que promovam os melhores resultados para a empresa.

Negociador: lidera negociações junto aos clientes, fornecedores, sindicatos, prestadores de serviço, funcionários etc., buscando as melhores condições para a empresa desde que elas não estejam contrárias à ética nos negócios.

Para facilitar a memorização, podemos resumir o conceito de Henry Mintzberg e os papéis gerenciais de acordo com o quadro abaixo:

Henry Minstzberg e os papéis gerenciais

 

 

 

 

Os 10 papéis gerenciais de Henry Mintzberg

 

Grupo 1: Papéis interpessoais 1.      Líder

2.      Símbolo

3.      Ligação

Grupo 2: Papéis de informação 4.      Monitor

5.      Disseminador

6.      Porta-voz

Grupo 3: Papéis de decisão 7.      Empreendedor

8.      Controlador de distúrbios

9.      Administrador de recursos

10.  Negociador

 

Essas informações sobre Henry Mintzberg e os papéis gerenciais revelam a importância desse autor para administradores e empresas do mundo todo, contribuindo para compreender como os gestores devem agir à frente das organizações.

Imagens: cenedi.com / pensador.com

 

Publicidade