Plano de Marketing – Como Fazer um de Forma Fácil


plano-de-marketing

Atualmente, o marketing possui mais espaço e importância dentro de uma empresa e deixou de ser uma atividade secundária para se tornar uma necessidade. Desta forma, é importante em investir em boas ações de marketing ativo e atualizado para criar boas estratégias que contribuem para expansão da empresa. E o plano de marketing tem tudo a ver com isso. Saiba como a seguir.

Tudo começa com o plano de marketing

O plano de marketing é o documento base de todas as ações da equipe marketing de uma empresa. É o caminho escolhido para implementar todas as estratégias de marketing de um negócio e deve ser coerente com os demais processos produtivos da empresa.

Publicidade

Desta forma, o plano de marketing deve ser visto como um importante instrumento de expansão dos negócios e não apenas como um recurso complementar ou de apoio.

Trata-se do planejamento das ações de marketing da empresa, buscando alcançar um determinado objetivo, ou seja, o aumento das vendas, expansão da quantidade de clientes, ações de fidelização de clientes, etc. É um recurso de gestão que um negócio possui para se manter competitivo no mercado, participar deste de modo assertivo, a partir de estratégias competitivas de marketing.

Saiba ainda mais sobre o empreendedorismo digital neste artigo.


📢 Você sonha em montar um negócio próprio mas não sabe por onde começar? Clique Aqui e leia o passo-a-passo para criar um negócio lucrativo, sem arriscar seu dinheiro dando um tiro no escuro!

Como fazer o plano de marketing

plano-de-marketing

 

O primeiro passo para fazer um plano de marketing é conhecer muito bem o mercado em que se está inserido, para que todas as ações sejam condizentes e competitivas. Desta forma, projeta-se o plano de marketing como um mapa para o sucesso na execução de campanhas e ações integradas.

Este é um trabalho para um analista experiente de marketing. É preciso ter bastante conhecimento do mercado. O plano de marketing deve visar o posicionamento da sua empresa no mercado, mas deve ser coerente com aquilo que lhe difere dos demais: visão, missão, valores e objetivos.

Aprenda também a vender mais pela internet neste artigo já publicado aqui no blog. Confira!

Publicidade

Mas não basta apenas criar um plano de marketing. O acompanhamento é essencial. Um plano requer aplicação, prática e mensuração dos resultados. Todo o processo deve ser registrado para que haja um histórico de ações da empresa – isso ajuda no processo de decisão em longo prazo.

Veja ainda tudo sobre marketing pessoal nesta matéria.

Não existe apenas um modo de fazer um plano de marketing – isso tende a ser muito exclusivo, com aspectos próprios da empresa. O planejamento, a segmentação, criação de personas, levantamento do perfil da concorrência, criação de cronogramas, entre outros passos é o mínimo que se espera de um plano de marketing. Veja outras dicas:

  • Faça uma análise aprofundada da sua empresa de descreva tudo o que a envolve: público-alvo, segmentação, concorrência, conceito (visão, missão, valores), objetivos gerais e específicos, etc.
  • Avalie suas fraquezas, fortalezas, ameaças e oportunidades – a análise SWOT é bem eficiente neste caso.
  • Conheça bem os produtos e serviços ofertados e seus impactos no mercado.
  • Crie um “problema”, ou seja, veja qual é a falta que há no mercado ou entre seu público-alvo. Desta forma, fica mais fácil realizar a descrição e todas as utilidades que o seu produto possa ter têm que estar descritas. Crie uma descrição detalhada do produto.
  • O planejamento escrito é o primeiro passo do processo. Ele deve ser expresso resumidamente às pessoas dentro da sua empresa que trabalharão diretamente com estas estratégias.
  • Realize a análise do segmento em que a empresa está inserida. Faça um levantamento de todos os fatores – internos e externos – envolvidos no negócio.
  • Realize a análise do ambiente e os fatores que podem vir a influenciar a sua atividade.
  • Divida o segmento em micro e macroambiente. Os macroambientes são os mais amplos – economia, política, jurídico, cultura, demografia, natural e tecnológico. Os microambientes são internos e atuam no funcionamento básico da empresa – clientes, parceiros, fornecedores, concorrentes, etc.
  • Estude os seus clientes e defina o seu público, criando personas. Personas são perfis semificcionais, ou seja, um perfil do cliente ideal, com as suas necessidades, dores e expectativas. É uma forma de especificar um público-alvo complexo e variado.
  • Crie produtos a partir dos conceitos utilizados ou reformule as estratégias para os produtos já existentes.
  • Defina os seus objetivos estratégicos e também os seus objetivos de vendas.
  • Defina os preços dos produtos conforme o mercado e seus custos.
  • Alinhe as suas ações: quais estratégias de marketing irá usar conforme as suas características? Quais se aplicam ao seu negócio? Verifique as suas opções: marketing viral, marketing de guerrilha, digital, inbound, outbound, etc. Na maioria das vezes é preciso integrá-las.
  • Crie um cronograma. Depois de toda a pesquisa e planejamento, é preciso criar um cronograma para direcionar as suas ações. É o que irá tirar o projeto do papel.
  • Faça a mensuração dos resultados continuamente. Para isso, seja flexível e considere as oscilações do mercado.
  • Tome novas atitudes e ações. Seja muito criativo, pois isso é fundamental a qualquer plano de marketing. Lembre-se que as táticas são a estratégia posta em ação através das ações determinadas. Para isso, será necessário muito gerenciamento das tarefas e gestão. Crie táticas de médio, curto e longo prazos.
  • Monitore o seu cliente. Essa é a parte de verificar a sua opinião, analisar o seu nível de satisfação, com foco na fidelização. Permita-se aprender com seu cliente!

Veja como elaborar um plano de marketing através deste modelo (exemplo) oferecido pelo Sebrae.

imagem: montewyatt


👉 Qual a melhor ideia de negócio PARA VOCÊ?

Na internet existem milhares de informações sobre ideias e modelos de negócio. Mas afinal, qual a ideia de negócio ideal para você? Será que sua ideia é lucrativa? Nesse ARTIGO (clique aqui) mostramos para você como descobrir isso hoje mesmo. Se você quer montar um negócio 100% próprio com baixo risco, CLIQUE AQUI e veja o passo-a-passo para se tornar seu próprio chefe.