Prism Performance – O que é? Por Que é Tão Importante nas Empresas?


Prism Performance

O Prism Performance consiste em um sistema de avaliação utilizado para mensurar a competência gerencial de uma empresa, estabelecendo parâmetros precisos quanto à avaliação da gestão.

Sobretudo em um cenário tão competitivo, essa forma de avaliação tornou-se indispensável para o sucesso das organizações. Para saber todos os detalhes que envolvem o conceito e aplicação dessa avaliação, confira nosso post.

Publicidade

Como surgiu o Prism Performance?

Esse modelo de avaliação quanto à performance da gestão nas empresas foi criado em grande parte por Andy Neely, professor e principal pesquisador da Cranfield School of Management, uma das mais conceituadas faculdades de administração da Inglaterra.

Pilares do Prism Performance

Os especialistas na área de gestão mencionam que a realização dessa avaliação é pautada em dois grandes pilares, que são:

– Considerações sobre o que quer e quais as necessidades dos stakeholders (partes interessadas) no bom andamento da empresa. Os stakeholders são: acionistas, investidores, clientes, parceiros, fornecedores, funcionários, agentes reguladores e a comunidade em geral;
– O que a empresa quer e precisa com relação aos seus stakeholders.


📢 Você sonha em montar um negócio próprio mas não sabe por onde começar? Clique Aqui e leia o passo-a-passo para criar um negócio lucrativo, sem arriscar seu dinheiro dando um tiro no escuro!

Desse modo, essa avaliação consiste em um relacionamento de mão dupla, onde cada parte exerce importância no processo de mensuração da competência gerencial.

Os 5 critérios utilizados pelo Prism Performance

Com relação aos critérios adotados por este modelo de avaliação, eles tem como objetivo definir alguns pontos e responder a algumas perguntas que direcionem para a adoção das melhores estratégias empresariais. Esses critérios são:

1 – Satisfação das partes interessadas (stakeholders)
– Quem são os stakeholders da empresa e o que eles querem e necessitam?

2 – Estratégias adotadas
– Quais estratégias a empresa precisa colocar em prática com o objetivo de atender às necessidades dos stakeholders?

3 – Processos utilizados
– Quais são os processos considerados críticos para realização das melhores estratégias?

Publicidade

4 – Capacidade empresarial
– Quais são as capacidades necessárias para que a empresa tenha condições de executar seus processos de maneira assertiva, atendendo aos anseios dos stakeholders?

5 – Contribuição dos stakeholders
– Quais contribuições a empresa quer (e necessita) que os stakeholders ofereçam para desenvolver e manter essas capacidades?

Esses 5 critérios fazem com que o Prism Performance seja um sistema holístico considerado dos mais eficazes para a identificação de melhorias essenciais em toda empresa. Para muitos estudiosos da área de administração, esse sistema supera o Balanced Scorecard, outro indicador de desempenho bastante utilizado pelas empresas no mundo todo.

Quais são as vantagens do Prism Performance?

– Aprimoramento constante dos processos organizacionais, gerando maior credibilidade e eficácia em todos os níveis da empresa;
– Ampla visão de análise quanto a todas as partes interessadas;
– Facilidade quanto à formulação e implementação das melhores estratégias empresariais, otimizando todos os recursos empregados na empresa (financeiros, materiais, humanos etc.);
– Possibilita que a empresa enfrente os riscos e oportunidades existentes no mercado de forma direta;
– Melhor alinhamento entre os interesses da empresa e os objetivos dos colaboradores, estabelecendo a harmonia necessária para o desenvolvimento dos negócios;
– Desenvolvimento de medidas para cada parte interessada que seja relevantes para o negócio;
– Acompanhamento frequente dos indicadores quanto ao desempenho organizacional, identificando com antecedência quais são os problemas apresentados e antecipando soluções;
– Favorece a escolha de métodos que proporcionem os melhores resultados para o negócio;
– Estabelecimento de objetivos claros quanto ao desempenho da empresa, favorecendo a compreensão de todas as pessoas envolvidas nos processos de tomada de decisão;
– Favorece a comunicação das estratégias empresariais para todos os níveis hierárquicos, tornando a estrutura organizacional menos burocrática.

Explicando a estrutura do prisma

Prism Performance

Na parte do topo e na região inferior do prisma são respectivamente abordados: satisfação dos stakeholders e contribuição oferecida pelos stakeholders. Já nas 3 faces laterais do prisma estão as estratégias, os processos e as capacidades. A estrutura do Prism Performance ilustra a complexidade existente (porém escondida) do mundo corporativo, sendo que para compreendê-la é indispensável analisar todas as perspectivas que estão relacionadas entre si.

Algumas características do Prism Performance

– Trata-se de um sistema focado na mensuração do desempenho organizacional e na comunicação das estratégias empresariais adotadas;
– Tem como premissa a utilização de múltiplos indicadores (financeiros e não-financeiros), oferecendo maior respaldo para as avaliações;
– Campos de resultados com base nas necessidades dos stakeholders, estratégias, processos, capacidades e contribuição dos stakeholders;
– Orientação para os stakeholders (acionistas, investidores, colaboradores, clientes, intermediários, agentes reguladores, fornecedores e a comunidade em geral);
– Primeiramente são identificados os indicadores para satisfação dos stakeholders e posteriormente é elaborada a melhor estratégia empresarial de acordo com tais indicadores.

Além do Prism Performance, a gestão de uma empresa envolve a utilização de outras ferramentas. Uma delas é o Balanced Scorecard que, embora seja diferente do Prism, pode atuar de forma complementar, oferecendo maior respaldo para os executivos que lidam com decisões importantes a todo momento.

Imagens: portal-administracao.com / sinulaen.ee


👉 Qual a melhor ideia de negócio PARA VOCÊ?

Na internet existem milhares de informações sobre ideias e modelos de negócio. Mas afinal, qual a ideia de negócio ideal para você? Será que sua ideia é lucrativa? Nesse ARTIGO (clique aqui) mostramos para você como descobrir isso hoje mesmo. Se você quer montar um negócio 100% próprio com baixo risco, CLIQUE AQUI e veja o passo-a-passo para se tornar seu próprio chefe.