Prós e Contras Em Ter Um Sócio Na Empresa – Quais São Eles?

pros-e-contras-em-ter-um-socio-na-empresa

Na hora de abrir uma empresa ou até mesmo pensar na possibilidade de convidar um sócio para entrar em um negócio que já está em andamento, grande parte dos empreendedores necessita considerar os prós e contras em ter um sócio na empresa.

É exatamente sobre isso que iremos tratar neste post, buscando abordar de forma simples todas as questões que deverão ser consideradas no momento desta decisão. Confira!

Prós

Em se tratando dos prós e contras em ter um sócio na empresa é interessante começar a análise considerando as vantagens dessa escolha. Entre elas, destacam-se:

Ter com quem dividir os riscos

Abrir uma empresa, especialmente no Brasil, é um investimento que contempla grandes riscos. O empresário que decide assumi-los sozinho certamente enfrenta muito mais desafios do que se tivesse um sócio com quem dividir os dilemas de empreender.

Publicidade

Maior disponibilidade de capital

Ao contar com um sócio, é possível obter um valor maior de capital e consequentemente fazer melhores investimentos nas instalações, produtos e serviços da empresa, aumentando as chances de lucro em menor espaço de tempo.

Favorece o capital de giro

Quando duas ou mais pessoas estão engajadas no sucesso de determinado empreendimento, todas elas investirão dinheiro para que a empresa consiga se estabelecer sem a necessidade de empréstimos ou financiamentos que poderiam comprometer a liquidez dos lucros.

Obter inspiração

Há um antigo ditado que menciona: “Duas cabeças pensam melhor que uma. ” É a mais pura verdade. Um ou mais sócios pode contribuir com ideias inovadoras, novos procedimentos, sugestões, modelos de gestão e diversas outras estratégias fundamentais para o sucesso do empreendimento.

vantagens-e-desvantagens-em-ter-um-socio

Contras

No que diz respeito aos contras em ter um sócio na empresa, entre os principais deles estão:

Divergência de opiniões

Muitas vezes, grandes empreendimentos chegam ao fim por questão de divergência de opiniões entre os sócios.

Isso pode ser muito prejudicial ao negócio, já que desestabiliza as estratégias a serem adotadas no curto, médio e longo prazo, afetando os lucros.

Publicidade

Golpes

Infelizmente, é preciso considerar a possibilidade de um ou mais sócios deflagrarem um golpe na empresa, seja desviando dinheiro ou até mesmo vendendo segredos comerciais para os concorrentes.

Diminuição da autonomia

Ao inserir um sócio no negócio, obviamente perde-se um pouco da autonomia, já que todas as decisões deverão ser tomadas juntamente com ele.

Divisão de lucros

Da mesma forma que um sócio divide com o empreendedor os riscos, a ele também cabe o direito aos lucros.

Por isso, o empreendedor sempre deverá considerar uma divisão de lucros equivalente ao valor investido por cada um dos sócios.

Prós e contras em ter um sócio na empresa – Questões contratuais

No caso de o empreendedor optar por uma sociedade, é indispensável que todas as partes envolvidas tenham garantidos seus direitos por meio das cláusulas estipuladas no contrato social.

Em hipótese alguma o acordo com relação ao estabelecimento de uma sociedade deverá ser feito apenas verbalmente. Tudo precisa ser absolutamente documentado.

Portanto, antes de tomar qualquer decisão, é fundamental avaliar com cuidado todos os prós e contras em ter um sócio na empresa.

Imagem- acomsistemas.com.br  blog.sigecloud.com.br
Publicidade

Outras Oportunidades:

5 mil reais por mês Consertando Celulares

Elas lucram alto com doces refinados
Como revender roupas de marca (200% de lucro)
10 Negócios Lucrativos para 2017

Livro Grátis: Como trabalhar pela Internet
Negócio do Futuro: Instalação de Energia Solar