Como Montar uma Gráfica – Passo a Passo Simplificado


como montar uma gráfica

Aprender como montar uma gráfica é a chance de iniciar um empreendimento com alto potencial de resultados, já que todas as empresas necessitam desse serviço. Para conferir os detalhes quanto a esse passo a passo, confira nosso post.

7 passos de como montar uma gráfica

A seguir, listaremos alguns passos para se montar uma gráfica:

1 – Verificar as máquinas, equipamentos e materiais necessários

O primeiro passo de como montar uma gráfica é fazer uma pesquisa quanto às máquinas, equipamentos e materiais necessários nessa atividade. É com base nesse levantamento que você escolherá o local para que a empresa comece a funcionar. Entre os principais itens para a abertura de uma gráfica, estão:

  • Impressora tipográfica;
  • Impressora offset;
  • Impressora a laser;
  • Laminadora;
  • Perfuradora;
  • Guilhotina automática ou semiautomática;
  • Plastificadora;
  • Vincadeira;
  • Gravadora de chapas;
  • Dobradeira;
  • Refiladora;
  • Picotadeira;
  • Serrilhadeira;
  • Grampeador;
  • Scanner de mesa;
  • Computadores;
  • Sistema de numeração;
  • Aparelhos de medição;
  • Blanquetas;
  • Brocas;
  • Cartuchos;
  • Facas gráficas;
  • Réguas para guilhotina;
  • Tintas;
  • Produtos químicos para limpeza das máquinas.

2 – Definir o local

Com base na quantidade de equipamentos que serão utilizados e nas medidas deles, o próximo passo de como montar uma gráfica é escolher um local com capacidade adequada para armazená-los e também comportar a equipe de trabalho e uma pequena sala para reuniões.

Publicidade

Além de estar atento ao espaço do local, é importante considerar fácil acesso, localização na cidade, estrutura elétrica e hidráulica, existência de ar condicionado etc. Todos esses detalhes são importantes para que a gráfica funcione sem problemas.

3 – Abrir um CNPJ

Antes de assinar um contrato de venda ou locação do imóvel onde será instalada a gráfica é necessário iniciar os trâmites para abertura do CNPJ junto à prefeitura municipal da sua cidade, solicitando as devidas autorizações para o funcionamento de acordo com o local pretendido. Essas autorizações envolvem alvarás, laudos técnicos, laudo do Corpo de Bombeiros etc.

4 – Comprar as máquinas e equipamentos

como montar uma gráfica

Depois de escolhido o local, essa etapa de como montar uma gráfica consiste em comprar as máquinas e equipamentos e instalá-los na empresa. Antes de fechar a compra, é importante ter no mínimo 3 orçamentos de empresas fornecedoras desses produtos. Opte por aquelas que ofereçam alta qualidade e melhores condições de pagamento.

Obs.: na dúvida entre qualidade e menor preço, sempre priorize a qualidade, já que essas máquinas e equipamentos são fundamentais para o padrão de qualidade da sua gráfica.

5 – Contratar a equipe de trabalho

O próximo passo de como montar uma gráfica é contratar a equipe de trabalho. Para começar, o ideal é ter uma equipe pequena de colaboradores, evitando custos excessivos com folha de pagamento, encargos trabalhistas, benefícios etc. Também é importante contratar profissionais que já tenham alguma experiência nessa área, oferecendo máxima qualidade e tranquilidade ao assumir trabalhos para os primeiros clientes.

Publicidade

Com o passar do tempo, é possível investir na contratação de auxiliares que poderão ser treinados com o tempo, agregando ainda mais aprendizado para a equipe.

6 – Divulgar a gráfica

A divulgação é parte essencial no sucesso de um negócio e é preciso dar uma atenção especial a ela. Para isso, é necessário criar um site atraente para a gráfica que tenha também um blog. Outra medida é criar perfis nas redes sociais, principalmente Instagram e Facebook, alimentando o site e as redes sociais frequentemente com conteúdos de imagens e textos relacionados às necessidades dos clientes.

Uma estratégia fundamental para divulgar a gráfica é enviar e-mails para as empresas e buscar fazer contatos importantes com potenciais clientes. Para construir essa rede de contatos e atrair cada vez mais clientes, a dica é participar de eventos empresariais como palestras, congressos, feiras, workshops etc. e até mesmo patrocinar pequenos eventos na sua cidade ou região.

7 – Trabalhar na ampliação do negócio

Por mais que a gráfica comece pequena, sempre é necessário ter em vista a ampliação do negócio, conquista de mais clientes, aumento da capacidade de atendimento, um espaço maior etc. Conforme mencionamos, todas as empresas necessitam de serviços gráficos e a demanda é constante pelos mais diversos tipos de produtos impressos, tais como cartões de visita, pastas de papel, folders, banners, agendas, calendários, cadernos, papel timbrado etc.

Portanto, além de saber como montar uma gráfica é importante buscar estratégias de como fazer esse tipo de negócio crescer cada vez mais, gerando excelente faturamento e lucros.

Imagens: helioprint.com.br / imagemscan.com.br

 

Publicidade