Indicadores de desempenho – O Que São e Quais São os Principais


Indicadores de desempenho

Os indicadores de desempenho são essenciais na gestão das empresas, já que eles funcionam como importantes ferramentas na tomada de decisões que envolvem a performance do negócio a curto, médio e longo prazo. Vejamos o que são e quais os principais indicadores.

O que são indicadores de desempenho?

Também chamados de KPI (Key Performance Indicator), esses indicadores consistem em dados que possibilitam a representação matemática ou estatística do desempenho das atividades estratégicas, realizadas durante um determinado período.

Quais são os principais indicadores de desempenho?

Confira abaixo os principais indicadores de desempenho:

1 – Indicadores de produtividade

Esses indicadores estão ligados ao nível de produtividade por hora de cada colaborador ou por hora de cada máquina, sendo essenciais para mensurar a eficácia quanto ao uso dos recursos da empresa e cálculo do tempo de entrega dos produtos aos clientes.

Publicidade

2 – Indicadores de qualidade

Esses indicadores de desempenho estão intimamente ligados aos indicadores de produtividade, já que a qualidade depende das informações geradas pelos fatores que interferem na produtividade. Um dos exemplos mais comuns de indicadores de qualidade é o nível de avarias (danos, deterioração, desgaste) ocorrido no decorrer do processo produtivo e dentro de um determinado período (um dia, uma hora, 1 mês etc.).

3 – Indicadores de capacidade

Esses indicadores são responsáveis por medir a capacidade de resposta de um determinado processo. Alguns exemplos são: quantidade de produtos que uma máquina é capaz de embalar em 8 horas.

4 – Indicadores estratégicos

Esses indicadores ajudam a empresa identificar até que ponto os objetivos determinados anteriormente estão sendo atingidos, estabelecendo um comparativo entre o cenário no qual a empresa se encontra e os objetivos que ela almeja para o futuro.

5 – Indicador de lucratividade

Entre os indicadores de desempenho, o indicador de lucratividade (percentual de lucro) é outro dos mais relevantes das empresas. Além de identificar os valores do faturamento e percentual de crescimento do faturamento é essencial mensurar até que ponto o lucro está sendo obtido. Ter esse indicador em mãos é fundamental para mensurar resultados, avaliar custos e comparar o percentual atual com a lucratividade média observada no mesmo segmento de mercado.

6 – Valor do ticket médio

Esse indicador possibilita entender como funciona a dinâmica de vendas, podendo ser acompanhado de 3 formas: por venda, por cliente e por vendedor.

Exemplo (cliente)

Publicidade

Ao mensurar esse ticket médio por clientes é possível verificar quais dos seus clientes compram com maior frequência e gastam mais e também a forma como sua empresa estabelece um relacionamento com esses clientes. A partir desse indicador de desempenho é possível estabelecer novas estratégias de atendimento aos clientes ou investir em ações diferenciadas para fidelizá-los.

O cálculo básico referente ao ticket médio é o seguinte:

Faturamento em X meses ÷ X (meses) ÷ nº de clientes

O resultado consiste no ticket médio mensal da empresa.

7 – Taxa de sucesso em vendas

Esse é outro dos indicadores de desempenho que auxiliam os empreendedores a compreenderem com clareza qual o índice de sucesso em cada processo de negociação realizado pela empresa. Esse indicador pode ser medido estabelecendo uma relação entre a quantidade de vendas que foram efetivamente fechadas e a quantidade total de oportunidades que estavam disponíveis para a empresa em determinado período.

Ter muitas oportunidades ou clientes atendidos no decorrer do mês não é o mesmo que vendas fechadas e faturamento programado. Por isso, este está entre os índices que merecem atenção dos empresários, assim como todos os outros.

Importância dos indicadores de desempenho

Indicadores de desempenho

Por meio dos indicadores de desempenho é possível:

  • Tomar decisões de forma objetiva, com base em dados e informações consistentes de acordo com a realidade da empresa;
  • Antever cenários pelos quais a empresa pode passar antes que eles ocorram e tragam consequências sérias mais adiante;
  • Rever metas e objetivos traçados;
  • Fazer adequações de custos, operações e demais recursos envolvidos na produção de um produto ou prestação de um serviço;
  • Manter-se competitiva no mercado por meio de ferramentas estratégicas, evitando que a concorrência possa se “aproveitar” de possíveis fraquezas da empresa em determinados períodos;
  • Mover esforços para a solução de possíveis problemas antes mesmo que eles apareçam.

Essas informações deixam claro como os indicadores de desempenho são essenciais no dia a dia das empresas. Para mantê-los, é possível contar com outros profissionais como engenheiros de produção, especialistas em marketing e vendas, consultores estratégicos etc.

Imagens: freepik.com / argetnvolkproject

Publicidade