Método Musashi – O que é, Para Quem é Indicado e Vantagens


Método Musashi

O Método Musashi consiste numa metodologia destinada à preparação para concursos públicos, aumentando as chances de aprovação dos candidatos. Salvo pelas diferenças didáticas, esse método é semelhante ao Kumon (destinado para alunos do ensino fundamental e médio). Para saber todos os detalhes com relação a esse método, acompanhe nosso post.

Como é o Método Musashi e para quem é indicado?

Trata-se de um programa de estudos estruturado de forma que o aluno treine o maior número possível de questões e seja capaz de fazê-las sozinho (sem videoaulas). Desse modo, esse método é indicado para pessoas que já estão estudando para um ou mais concursos há um certo tempo e possuem conhecimentos quanto aos conteúdos que serão cobrados na prova.

É importante frisar que, embora esse método ofereça uma série de vantagens, ele não é recomendado para pessoas que estão iniciando agora os estudos para concursos.

Material disponibilizado pelo método

O material do Método Musashi é composto por uma grande quantidade de exercícios. De acordo com o tipo de concurso que o candidato irá fazer, são enviadas diariamente listas de questões. As questões são elaboradas de tal forma que as primeiras delas sejam mais fáceis e as seguintes mais difíceis, aperfeiçoando o grau de dificuldade para que o aluno tenha condições de alcançar o nível máximo de preparação.

Publicidade

Quais as vantagens desse método?

Com relação às principais vantagens oferecidas pelo Método Musashi, elas são:

Revisão do conteúdo

Um dos maiores objetivos quanto ao desenvolvimento desse método consiste em proporcionar uma maneira eficaz para que os alunos façam a revisão do conteúdo estudado. Pelo fato de os concursos públicos demandarem uma grande quantidade de matérias e pormenores com relação a leis, normas etc., muitos alunos acabam tendo uma nota ruim pela falta de tempo ou metodologia para revisar o conteúdo já estudado.

Questões com diversos graus de dificuldade

Entre as vantagens oferecidas pelo Método Musashi está o fato de que as questões enviadas aos alunos abrangem variados graus de dificuldade, desde as questões mais fáceis àquelas mais difíceis, fazendo com que o concurseiro esteja preparado para todas as possíveis perguntas a serem feitas na provas.

 

Atualização constante

As questões enviadas aos alunos abrangem tanto os concursos mais antigos quanto os recentes, fazendo com que os candidatos se mantenham atualizados quanto às possíveis questões da prova.

Memorização

Outra vantagem com relação ao Método Musashi trata-se da memorização. Os professores são unânimes ao mencionar que a realização de exercícios é imprescindível para a fixação do conteúdo, fazendo com que ele seja lembrando com muito mais facilidade na hora da prova.

Publicidade

Evita as pegadinhas

Ao realizar uma grande quantidade de exercícios direcionados para o concurso escolhido pelo aluno é possível evitar inúmeras pegadinhas que podem tirar muitos pontos na hora da prova.

Simulação do horário

O Método Musashi também oferece o recurso de controle de horário no campo das questões, permitindo que o aluno monitore o tempo gasto do início ao término. Isso é fundamental para treinar o tempo que será gasto para realizar a prova. Durante a realização da prova, além do conhecimento, o tempo é uma questão primordial para os concurseiros, pois eles necessitam cumprir com as regras para o término da prova (incluindo tempo necessário para elaboração da redação, preenchimento do gabarito etc.).

Outras informações sobre o método

Método Musashi

– A compreensão da matéria, de acordo com esse método, ocorre principalmente pela elaboração de exercícios;
– Ao realizar exercícios de forma frequente, o aluno deixa a posição apenas de estudante/leitor para fortalecer os conhecimentos adquiridos na prática;
– Assim que as questões do material são respondidas é gerado um resumo da matéria, facilitando ainda mais a memorização;
– A maioria das questões enviadas pelo método são elaboradas por professores especializados;
– Algumas das questões enviadas são de provas antigas;
– Esse método não abrange comentários de questões que já caíram em concursos públicos;
– Toda semana, são enviados 5 arquivos PDFs com questões e gabarito;
– No que se refere ao curso intensivo, ele tem duração até a semana da prova, sendo que o material é enviado diariamente;
– Caso o aluno queira acelerar o aprendizado, é possível que a periodicidade de envio dos testes seja aumentada;
– No caso de possíveis alterações no edital do concurso, o material correspondente é incluído;
– As questões enviadas pelo método contemplam matérias ligadas ao Direito e as não pertencentes à área jurídica (português, informática etc.);
– Anexo ao material são enviadas pelo Método Musashi leis específicas de cada estado e regimentos internos. Obs.: ao haver alguma divergência de informações quanto aos materiais específicos de determinado concurso, o aluno deverá entrar em contato com os responsáveis do método.

Para aumentar as chances de passar em um concurso público, tanto o uso do Método Musashi como de outros recursos são de grande ajuda, tornando possível a conquista da vaga.

Imagens: coenterprise.com / wunc.org

Publicidade